scorecardresearch ghost pixel

Quer limpar o nome? Caixa dá até 90% de desconto em dívidas; Confira!

Campanha Você no Azul seguirá até 31 de dezembro.

A campanha Você no Azul, da Caixa Econômica Federal, segue até o dia 31 de dezembro. A iniciativa tem o intuito de renegociar dívidas, oferecendo descontos de até 90% aos devedores. A campanha visa alcançar três milhões de pessoas físicas. Pode participar quem tem dívidas vencidas entre R$ 50 e R$ 5 milhões.

Uma das vantagens oferecidas pela campanha é a possibilidade de renegociar os débitos pela internet. Segundo o banco, as dívidas poderão ser negociadas a partir de R$ 50. A porcentagem de desconto, entretanto, depende do valor da dívida, da modalidade de crédito contratada e da situação de atraso do contrato.

Os pagamentos podem ser feitos 24 horas por dia, sete dias por semana, pelo Internet Banking da Caixa ou através uma lotérica ou Correspondente Caixa Aqui. Após quitar as dívidas, o registro negativo em nome do consumidor em órgãos como SPC e Serasa é excluído.

Onde renegociar

Os interessados em quitar sem débitos, podem procurar os seguintes canais de atendimento da Caixa para renegociar seus contratos:

  • Site da Caixa;
  • Whatsapp (0800 726 0104, opção 3);
  • Redes Sociais (Messenger do Facebook e Twitter);
  • Telefone (0800 726 8068, opção 8);
  • Agências Caixa ou Lotéricas (Apenas para casos em que o valor da dívida não ultrapassa R$ 2 mil).

Caminhão da adimplência

Com o objetivo de ampliar o acesso à campanha Você no Azul e alcançar ainda mais pessoas com as vantagens oferecidas pela iniciativa, a Caixa Econômica Federal informou que cinco caminhões percorrerão todas as regiões do país para atender os interessados.

Na cidade de Goiânia (GO), por exemplo, um caminhão está a disposição do público até o dia 4 de dezembro, das 9h às 17h, na rua 44, esquina com a rua 67A, no setor Norte Ferroviário. Já em Aracaju (SE), o atendimento acontece das 8h às 14h na praça General Valadão, até o dia 4 de dezembro.

Leia também: Empréstimo Caixa Tem: Governo define regras para novo serviço da poupança digital


Voltar ao topo

Deixe um comentário