scorecardresearch ghost pixel

Novas regras do WhatsApp: Confira mudanças no aplicativo em 2021

Novidades geraram uma reação negativa, em que milhões de pessoas pelo mundo começaram a buscar outras alternativas de aplicativos de conversas nos últimos dias.

Usuário da plataforma WhatsApp devem ficar atentos às novas regras de utilização da ferramenta. Isso porque o aplicativo passou a obrigar o compartilhamento de dados com Facebook, que é a empresa dona do serviço de mensagens desde 2014.

A decisão gerou uma reação negativa, em que milhões de pessoas pelo mundo começaram a buscar outras alternativas de aplicativos de conversas nos últimos dias, a exemplo, o Telegram e Signal.

Em seu posicionamento à imprensa, a empresa declarou que a nova atualização “não muda as práticas de compartilhamento de dados entre o WhatsApp e o Facebook, e não impacta como as pessoas se comunicam de forma privada com seus amigos e familiares em qualquer lugar do mundo.”

Para ficar por dentro das novas regras, confira a seguir as principais mudanças adotadas pelo serviço de mensagens.

Novas regras de utilização do WhatsApp

  1. Atualização dos termos de serviço e política de privacidade vão entrar em vigor no dia 08 de fevereiro e só poderá continuar utilizando o aplicativo quem aceitar as mudanças. A mensagem de notificação enviada aos usuários diz respeito aos tratamentos dos dados e da integração WhatsApp>Facebook.
  2. Quem não optou por compartilhar os dados em 2016, ou não se lembra se já fez esta escolha, pode solicitar a adesão automática dentro das configurações do aplicativo no celular.
  3. As novas regras do WhatsApp permitirão o lançamento de serviços integralizados entre as plataformas. Para o início deste ano, o Facebook já pretende lançar uma ferramenta paga para as empresas gerenciarem suas conversas com consumidores pelo WhatsApp de forma mais segura.

Mas, afinal: Com o compartilhamento de dados do WhatsApp, ainda é seguro continuar na plataforma? Como o uso de dados de usuários do WhatsApp pelo Facebook já acontece alguns anos, as novas regras podem não causar muitas mudanças.

Contudo, caso a pessoa se sinta insegura quanto às suas informações pessoais e queira migrar para outras plataformas, especialistas recomendam demais ferramentas de mensagens (Telegram e o Signal) como alternativa.

Leia ainda: Governo vai antecipar 13º do INSS e abono salarial PIS/Pasep em 2021


Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário