scorecardresearch ghost pixel



Gasolina ou etanol: Qual está compensando mais na hora de abastecer?

Para que seja vantajoso, critérios consideram que o etanol, por ter menor valor calorífico, tenha preço limite de até 70% do derivado de petróleo nos postos.



Um levantamento feito na semana de 31 de outubro a 6 de novembro pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas, mostrou que a gasolina está mais competitiva que o etanol em todos os estados apurados, inclusive no Distrito Federal, com exceção do Amapá, porque não foram incluídos no relatório a cotação para o estado.

Confira também: Vivo vai migrar de forma automática usuários do 4G para o 5G

Para que seja vantajoso, os critérios consideram que o etanol de cana ou de milho, exatamente por possuir menor valor calorífico, tenha um preço limite de até 70% do derivado de petróleo nos postos.



De acordo com a pesquisa, na maioria do postos do País, o etanol aparece com paridade de 78,90% em comparação com a gasolina.

O estado de Goiás aparece com o percentual mais próximo da paridade de 70%, com 72,78%. A Capital de São Paulo, principal produtora e consumidora de biocombustível, aparece com paridade de 81,29%.




Voltar ao topo

Deixe um comentário