scorecardresearch ghost pixel



Benefício de R$ 1.100 do BPC pode ser liberado para crianças e jovens

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) pode ser pago para crianças e jovens em situações especificas do programa. Veja quem pode receber.



O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é para pessoas de baixa renda com deficiência, ou para idosos com mais de 65 anos.

Veja também: Vale-gás: 300 mil famílias terão acesso ao benefício no valor de R$ 100

Apesar disso, o benefício pode ser ampliado para crianças e jovens. Para ter direito ao benefício é preciso se enquadrar em algumas regras, assim como acontece com todos os outros benefícios sociais. Vamos te explicar quais são elas.



BPC para crianças e jovens

Antes de tudo, as famílias de baixa renda precisam se cadastrar no Cadastro Único (CadÚnico) para serem vistas pelo governo. Esse é o primeiro passo para quem quer tentar o BPC.

Outra exigência é renda familiar por pessoa de até um quarto do salário mínimo em vigor. O pagamento também depende de as famílias não terem nenhum outro benefício. Além de não contribuir com a Previdência Social.

Crianças e adolescentes com algum tipo de deficiência têm direito ao benefício BPC. O valor pago hoje é de R$ 1.100. Além disso, não é preciso contribuir com o INSS para ter direito ao benefício.



A família precisa viver em situação de vulnerabilidade social para ter direito ao BPC. O pedido de acesso ao benefício pode ser feito pelo aplicativo “Meu INSS”. É preciso se cadastrar para seguir com as demais etapas de solicitação do benefício.

O programa espera por meio do pagamento melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes que vivem em difícil situação social e econômica. É preciso comprovar a deficiência por meio de laudos médicos.




Voltar ao topo

Deixe um comentário