scorecardresearch ghost pixel



Aposentadoria: regras para o benefício vão mudar em 2022

As regras para a aposentadoria vão mudar em 2022 para quem tenta o benefício. Tem diferença entre homens e mulheres.



A partir de janeiro do ano que vem, novas regras vão valer para quem busca se aposentar pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A mudança veio como resultado da Reforma da Previdência, que agora passa a exigir uma nova idade para as mulheres e regras de transição.

Leia mais: Auxílio Emergencial para pais solteiros: MP publicada por Bolsonaro libera R$ 4,1 bilhões para pagamento de benefício

A Reforma da Previdência vem de novembro de 2019. Desde então, as mulheres precisam ter 62 e não mais 60 anos de idade para se aposentar pelo INSS. E tem mais mudanças para o ano que vem.



Regras para a aposentadoria

Pela Reforma da Previdência, tanto homens quanto mulheres precisam ter pelo menos 15 anos de contribuição ao INSS para conseguirem se aposentar. Já em relação à idade dos homens, nada muda. Continua sendo de 65 anos de idade.

Mas, apesar das mudanças previstas na aposentadoria para esse começo de 2022, alguns brasileiros se encaixam nas regras de direito adquirido. Ou seja, aqueles que estavam perto de se aposentar e podem conseguir o benefício pelas regras anteriores a novembro de 2019.

Apesar de tais mudanças, em relação aos chamados Pedágios de 50% e 100% não tem alteração prevista para 2022. Mas, a novidade na regra é que a cada ano sejam acrescentados 6 meses na idade das mulheres até que elas cheguem aos 62 anos que permitem a aposentadoria.



Assim, para se aposentar no ano de 2022 é preciso que as mulheres tenham 61 anos mais seis meses e 15 anos de contribuição ao INSS. No caso dos homens a idade é de 65 anos e 15 de contribuição.

Já a regra de pontos soma o tempo de contribuição e a idade dos interessados em se aposentarem. Por hora, homens precisam de 98 pontos e mulheres de 88. Em caso de dúvida sobre a aposentadoria, a melhor orientação é contar com o apoio de especialistas na área para garantirem uma boa e correta aposentadoria pelo INSS.




Voltar ao topo

Deixe um comentário