scorecardresearch ghost pixel



FGTS: como usar o dinheiro do fundo na compra da casa própria

O sonho da casa própria pode ser uma conquista em 2022, usando o saldo disponível no FGTS. Desde que você atenda as regras. Confira.



O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) como o nome já diz é uma garantia para os trabalhadores com carteira assinada que por ventura sejam demitidos sem justa causa. Mas, é possível usar esse dinheiro na realização de um sonho, que é a compra da casa própria. Veja como.

Leia mais: Mito ou verdade: Multa de 40% do FGTS será extinta em 2022?

Essa é uma das poucas formas de garantir o acesso ao dinheiro. E essa pode ser a saída para quem deseja sair do aluguel e dar uma boa entrada na compra da casa própria.



Casa própria com o FGTS

Os programas habitacionais do governo federal também facilitam o acesso, como é o caso do Casa Verde e Amarela. Outras iniciativas também ajudam a conquista da casa própria para quem é servidor público ou trabalhador que receba até três salários mínimos.

Mas, o FGTS ainda é a forma de acesso mais usada pelos brasileiros. Tanto que a expectativa é que em 2022 mais pessoas aproveitem o dinheiro do FGTS para sair do aluguel. Além disso, se você já tem um financiamento também pode usar o fundo para quitar algumas parcelas. Ou seja, diminuir as prestações.



Dessa forma é necessário ter pelo menos três anos seguidos de carteira assinada. Outra observação é que não é necessário que esses três anos sejam na mesma empresa.

Outra exigência é que a pessoa não tenha nenhum outro financiamento em nome dela. E também que não tenha nenhum outro imóvel na mesma cidade onde pretende usar o FGTS para a compra da casa própria.

Essas regras tentam fazer com que o fundo tenha de fato uma destinação que seja vantajosa aos trabalhadores. O valor do imóvel pode ser de até R$ 1,5 milhão.

Para usar o FGTS é preciso apresentar documentos pessoais, assim como o Extrato da Conta do FGTS e também a carteira de trabalho.




Voltar ao topo

Deixe um comentário