scorecardresearch ghost pixel



Novo teto do INSS é R$ 7.087: Confira os valores de benefícios acima do salário mínimo

Benefícios pagos pelo INSS devem sofrer reajuste de 10,16% para cobrir a inflação acumulada no ano passado.



O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai reajustar seus benefícios pagos a milhões de aposentados e pensionistas. A correção será de 10,16% para valores acima do salário mínimo, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado em 2021.

Leia mais: Subiu de novo! Salário mínimo muda em 2022; Veja o novo valor

O reajuste anual dos pagamentos tem como objetivo evitar perdas no poder de compra dos segurados. O INPC é um dos principais medidores da inflação no país.

Para que a correção seja oficializada, o governo precisa publicá-la no Diário Oficial da União. Ao G1, o Ministério do Trabalho e Previdência informou que “ainda não há data certa para a publicação da portaria”.



O novo teto dos pagamentos do INSS deverá passar de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22 após a revisão.

Somente que já estava recebendo o benefício em 1º de janeiro do ano passado terá direito ao reajuste de 10,16%. Os demais aposentados e pensionistas terão direito a percentuais menores de reajuste, uma vez que não receberam todos os doze meses anteriores.

Benefícios de um salário mínimo

Os segurados que recebem um salário mínimo por mês tiveram seus pagamentos reajustados para R$ 1.212 no dia 1º de janeiro. Por lei, o INSS não pode pagar menos que o piso nacional para nenhum beneficiário de aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte.

Confira como devem ficar os novos valores de benefícios do INSS:



Fonte: G1




Voltar ao topo

Deixe um comentário