scorecardresearch ghost pixel



Valor do vale-gás poderá ser outro se preço do botijão for reajustado

Cerca de 5,4 milhões de famílias vão receber o vale gás. Quantia paga pelo benefício poderá ser outra a partir da próxima parcela.



O governo federal segue com os pagamentos do vale-gás, programa social que destina aos assistidos a quantia de 50% do valor de venda do botijão de gás de 13 kg. Os repasses aos beneficiários acontecem conforme o último digito do Número de Inscrição Social (NIS).

Leia mais: Vale-gás de R$ 52 está na conta: Aprenda a sacar o benefício

Para o mês de janeiro, o valor do vale-gás ficou definido em R$ 52. A quantia é a mesma para quem começou a receber o benefício em dezembro, neste caso os cidadãos que residem em municípios afetados pelas fortes chuvas na Bahia e em Minas Gerais.

Vale-gás não tem valor fixo

De acordo com o Ministério da Cidadania, cerca de 5,4 milhões de famílias vão receber o vale gás. A previsão é pagar, a cada dois meses e durante cinco anos, uma parcela da ajuda, que pretende se encerrar após 30 parcelas.



Em relação ao valor, é importante frisar que o vale-gás não possui quantia fixa e ele pode variar conforme o mês. Isso porque, como foi dito anteriormente, a quantia a ser paga será sempre a metade do preço do gás de cozinha, que pode mudar constantemente.

Quem define qual será o valor de comercialização do produto é a Agência Nacional de Petróleo (ANP). Informações oficiais apontam para a liberação do preço médio do gás de cozinha no Brasil pelo órgão dentre os 10 primeiros dias úteis de fevereiro.

Só a partir daí o governo poderá estabelecer o valor do vale-gás do próximo mês. Com isso, os beneficiários do programa terão que aguardar mais um pouco para saber o quanto do benefício virá com a nova parcela.




Voltar ao topo

Deixe um comentário