scorecardresearch ghost pixel



Chá de graviola cura o diabetes: entenda o que é mito e o que é verdade

Entenda o que se sabe sobre o chá de graviola e sua atuação no combate ao diabetes. Estudos fizeram alguns testes e já chegaram a determinadas conclusões; confira:



Você talvez não conheça, mas certamente já ouviu falar na graviola. Esse fruto é bem semelhante à famosa “fruta do conde”, mas tem textura e cheiro diferentes. Outra diferença também está em uma das principais utilidades da graviola para o corpo humano. O chá feito a partir desse vegetal é conhecido por prevenir e até ajudar no tratamento do diabetes, mas será que isso é verdade? Entenda o que a ciência diz sobre o assunto.

Veja também: Chá de salsinha pode ser utilizado para potencializar dietas de emagrecimento

Chá de graviola pode tratar diabetes?

Uma pesquisa realizada no ano de 2008, na Nigéria, apontou que o extrato de graviola poderia reduzir significativamente a quantidade de açúcar no sangue. Ou seja, pessoas com diabetes poderiam se beneficiar desse efeito muito importante.



Contudo, novas informações foram divulgadas pelo site WebMD que colocam a graviola como não tão promissora assim. Todas as evidências apontadas para o uso da fruta contra o diabetes foram classificadas como insuficientes.

O que ocorre é que os efeitos observados em resultados anti-hiperglicêmicos foram obtidos em testes de laboratório. Nada garante que a graviola possa agir da mesma forma quando entrar em contato com o organismo de um ser humano. Aliás, os chás e o consumo da fruta in natura não atingem, nem de longe, a quantidade de nutrientes presentes no extrato analisado pelos pesquisadores nigerianos.



Tenha atenção ao fazer chá de graviola

Pessoas que sofrem com diabetes devem consultar o médico antes de acrescentar o chá de graviola à dieta. Essa é a indicação de diversos especialistas pelo mundo inteiro. Além disso, nunca substitua o tratamento medicamentoso pelo chá que não apresenta qualquer indício de eficácia contra o diabetes.

Caso a pessoa tenha problemas cardiovasculares ou outras situações de atenção à saúde, o chá de graviola não é indicado. Primeiramente, é preciso conversar francamente com um especialista para saber se o líquido não pode interagir com alguns medicamentos.

Mulheres grávidas, lactantes e pessoas com algum tipo de sensibilidade, também devem evitar consumir o chá sem conhecer exatamente seus efeitos e indicações.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário