scorecardresearch ghost pixel



Governo libera benefício de R$ 1.000 para 4 milhões de pessoas; Consulte seu CPF

Pode participar mesmo quem está desempregado e não possui um contrato de trabalho ativo, assim como as empregadas domésticas.



O governo federal autorizou um benefício no valor de até R$ 1 mil a cerca de 4 milhões de pessoas até o momento. A ajuda foi criada para estimular a economia e ajudar os trabalhadores nas despesas pessoais. Os recursos em questão têm origem no saque extraordinário do FGTS. Saiba mais sobre ele a seguir!

Leia mais: Próximo saque extraordinário do FGTS sai em 5 dias

Saque de até R$ 1 mil pelos trabalhadores

Trabalhadores com contas ativas e inativas no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) poderão sacar em 2022 o chamado saque extraordinário do FGTS (também conhecido como saque emergencial). O limite de saque é de até R$ 1 mil por CPF.



Mesmo quem está desempregado e não possui um contrato de trabalho ativo, assim como as empregadas domésticas, podem participar. Para ter direito ao resgate, basta ter saldo acumulado no fundo.

As liberações acontecem com base no mês de nascimento do trabalhador. Até o momento, 4 milhões de brasileiros nascidos em janeiro estão com o dinheiro disponível para saque. Já o prazo para retirada, incluindo todos os grupos, vai até o fim deste ano.

Como consultar o benefício pelo CPF

Primeiramente, quem deseja usufruir do saque emergencial do FGTS não precisa fazer nenhum tipo de solicitação. Assim que chegar a data da liberação, o dinheiro do fundo é enviado para uma conta poupança digital no Caixa Tem. Ela é aberta automaticamente para quem ainda não é correntista.



Sobre a consulta, a forma mais prática é por meio do aplicativo FGTS. Usando o CPF, a plataforma possibilita que o trabalhador consulte o saldo do fundo e descubra o valor do saque extraordinário do FGTS e se o acesso está liberado.

Ademais, outra forma de consulta é por meio da página da Caixa voltada exclusivamente para o FGTS.




Voltar ao topo

Deixe um comentário