scorecardresearch ghost pixel



5 parcelas de R$ 600 do auxílio emergencial são liberadas; Saiba como consultar

Governo federal libera saques de recursos retroativos do benefício com valores que podem chegar a R$ 3 mil.



Brasileiros que receberam o auxílio emergencial em 2020 podem ter valores atrasados para receber em 2022. Apesar de ter sido encerrado no mês de outubro do ano passado, ainda existem valores remanescente do programa à disposição de um grupo específico de beneficiários.

Leia mais: 1,8 milhão de brasileiros podem começar a receber o Auxílio Brasil

O que acontece é que o governo federal começou a pagar desde janeiro o chamado “auxílio emergencial retroativo“. Os recursos são destinados aos pais solteiros chefes de família monoparental. Dos cerca de 1,3 milhão de homens nessas condições, 820 mil já foram contemplados com os saques. Restam ainda cerca de 450 mil para receber.



Quais as condições para receber a parcela retroativa do auxílio emergencial?

Os pagamentos estão sendo feitos aos pais solo sem companheira ou cônjuge e encarregados unicamente das despesas da família. Os pagamentos “atrasados” são referentes aos pagamentos do auxílio feitos entre os meses de abril e agosto de 2020.

Na ocasião, o grupo recebeu apenas a cota simples do benefício, no valor de R$ 600. Em contrapartida, mães solteiras na mesma condição receberam o valor em dobro, na época em R$ 1,2 mil. Dessa forma, após o Congresso Nacional derrubar o veto que impedia o pagamento duplo aos homens, o governo teve que repassar os valores atrasados a esse público.

Portanto, tem acesso aos valores retroativos o cidadão:

  • Chefe de família que recebeu o benefício entre abril e agosto de 2020 e, na época, não tinha cônjuge ou companheira;
  • Que era responsável por pelo menos uma pessoa menor de 18 anos na família;
  • Que não pertencia ao grupo de famílias que não receberam o pagamento de cota dupla (R$ 1,2 mil) para outra pessoa (mãe solo).


Qual o valor do auxílio emergencial retroativo?

O valor que cada beneficiário receberá muda conforme a quantidade de parcelas recebidas em 2020. Neste caso, têm-se:

  • O cidadão que recebeu as cinco parcelas poderá receber R$ 3 mil;
  • O cidadão que começou a receber em maio de 2020 tem direito a R$ 2,4 mil;
  • O cidadão que começou a receber em junho de 2020 tem direito a R$ 1,8 mil;
  • O cidadão que começou a receber em julho de 2020 tem direito a R$ 1,2 mil;
  • O cidadão que começou a receber em agosto de 2020 tem direito a R$ 600.

Como consultar o auxílio emergencial retroativo?

Para saber se possui acesso ao pagamento atrasado do auxílio emergencial, o cidadão pode consultar seu benefício pela internet. O Ministério da Cidadania, em parceria com a Dataprev, disponibiliza o site de consulta ao auxílio emergencial.

Para acessá-lo, basta entrar com uma conta Gov.br. Após entrar, é possível consultar todos os pagamento feitos pelo programa e se há valores ainda disponíveis para retirada.




Voltar ao topo

Deixe um comentário