scorecardresearch ghost pixel



Aposentadoria especial: afastamento do auxílio-doença conta?

Entenda se o período de afastamento por auxílio-doença do INSS conta na hora de pedir a aposentadoria especial. Benefício é concedido para trabalhos de alta periculosidade.



Trabalhadores que exercem ou exerceram atividades laborais de alto risco para a saúde podem se aposentar mais cedo. Além disso, essas pessoas podem conseguir alguns afastamentos remunerados por meio do auxílio-doença. Afinal, as condições insalubres tendem a gerar danos imediatos para o bem-estar de um cidadão.

Veja também: INSS pode cancelar seu benefício nestas condições

Uma dúvida comum neste caro é se o período de afastamento dentro do auxílio-doença conta na aposentadoria. No caso, trata-se de aposentadoria especial, que garante a previdência antecipada diante de atividades de risco.



Auxílio-doença conta para a aposentadoria especial?

Primeiramente, entenda que a aposentadoria especial é um dos benefícios sob a responsabilidade do Instituo Nacional do Seguro Social (INSS). Ela é concedida aos profissionais que desempenham atividades sob alto risco.

Pessoas expostas a agentes químicos, físicos, biológicos ou de alta periculosidade podem ter direito á aposentadoria especial. Como mencionado, também não é raro encontrar afastamentos por auxílio-doença.  Mas será que o tempo afastado conta para se aposentar? Entenda.

Sim, a resposta é positiva. Para o INSS, o afastamento por motivos de doença e acidente entram na contagem especial. De acordo com dados de processos, o auxílio-doença acidentário participar da contagem para aposentadoria especial.

Atenção: lembre-se de que a aposentadoria especial só pode ser pedida para pessoas que desempenharam as funções de risco até o 12/11/2019. A Reforma da Previdência mudou as regras e qualquer data além disso torna o pedido inviável. Sempre vale a pena consultar um especialista no assunto.



Auxílio-doença: como solicitar esse benefício ao INSS?

Para fazer a solicitação do auxílio-doença ao INSS, o contribuinte deve seguir alguns passos:

  1. Entre no portal Meu INSS (meu.inss.gov);
  2. Depois de fazer o login no site, entre em “Agende sua Perícia”;
  3. Agora é precisa clicar em “Agendar Novo” (se não for o primeiro pedido, clique em “Agendar Prorrogação”);
  4. Pela seção “Resultado de Requerimento/Benefício por Incapacidade”, dá para acompanhar o andamento do pedido.

Todas as informações também podem ser conseguidas pelo número de telefone 135.




Voltar ao topo

Deixe um comentário