scorecardresearch ghost pixel



Conatran autoriza benefícios a motoristas que não cometerem infrações de trânsito

Objetivo consiste em "premiar" o condutor que não cometer nenhuma transgressão sujeita à pontuação dentro do prazo estabelecido.



Foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 9, uma deliberação do Conselho Nacional de Trânsito (Conatran) que prevê benefícios aos motoristas que não cometerem infrações de trânsito pelo período de 12 meses.

Leia mais: Para tirar CNH, condutor não precisará de autoescola, diz projeto

Serão beneficiados os condutores que se cadastrarem no Registro Nacional Positivo de Condutores (RNPC), previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O objetivo da medida consiste em “premiar” o motorista que não cometer nenhuma transgressão sujeita à pontuação dentro do prazo de um ano.

Como vai funcionar o registro de bom condutor?

De acordo com a Deliberação nº 257, publicada hoje, para ser incluído no RNPC, o motorista deverá autorizar previamente seu cadastro no sistema. Isso será feito por meio de aplicativo ou endereço eletrônico que seja regulamentado pelo órgão máximo de trânsito da União, neste caso, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).



Além disso, a autorização prévia permitirá que os demais cidadãos tenham acesso ao cadastro RNPC do condutor. A consulta será feita mediante informe do nome completo e CPF do condutor. E para garantir a liberação correta dos benefícios, o sistema será atualizado até o oitavo dia útil de cada mês

Quais benefícios serão oferecidos?

O cadastro do condutor no RNPC poderá ser utilizado na concessão de benefícios de qualquer natureza. A ideia é que os estados e municípios utilizem o registro de bom motorista para conceder descontos tarifários e fiscais, como redução do IPVA, em valor de pedágios e de seguro e locação de veículos.

Vale destacar que serão excluídos dos benefícios do RNPC os motoristas que solicitarem a remoção dos dados do sistema, os motoristas que cometerem infrações, aqueles que tiverem o direito de dirigir suspenso, os condutores com a CNH cassada ou vencida há mais de 30 dias, além dos cadastrados que estiverem cumprindo pena privativa de liberdade.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário