scorecardresearch ghost pixel



4 itens que fazem bastante falta no carro do motorista brasileiro

As mudanças dos veículos podem trazer mais segurança, como a obrigatoriedade de ABS e airbag, por exemplo. No entanto, existem alguns itens que foram retirados e fazem falta no carro.



Existem várias mudanças nas legislações de trânsito e na fabricação e exigências das próprias montadoras de veículos. Muitas substituições foram feitas para o bem, mas outras fazem falta no carro de vários motoristas brasileiros.

Veja também: Lista dos carros flex mais econômicos em 2022 é divulgada pelo Inmetro

Conheça 4 itens que fazem falta no carro atualmente:

1 – Extintor de incêndio nos carros

Desde 2015, o extintor de incêndio passou a não ser mais um item obrigatório nos carros em todo o Brasil. Isso se aplica aos automóveis de passeio e comerciais leves. Na prática, quase todos os carros que se enquadram nessas categorias passaram a sair de fábrica sem o item.



Para quem gostava da sensação de segurança que os extintores passavam, o jeito é adquirir um equipamento por conta própria. A instalação também deve ser feita de forma terceirizada. O problema é que quem continua com o extintor dentro do carro precisa se atentar para sua validade. Ainda que o porte seja facultativo, é obrigatório que o item se encontre dentro do prazo de validade.

A multa pode chegar a R$ 195,23, pois é considerada uma infração gravíssima e resulta na apreensão do veículo e no desconto de 5 pontos da CNH.

2 – Marcador de temperatura do motor do carro

Não dá mais para saber se o carro está com a temperatura elevada ou muito baixa. Isso porque o ponteiro ou display que marcava a informação foi retirado da maioria dos veículos. Esse é um item que faz falta no carro. No seu lugar, foi instalada uma luz de alerta para o superaquecimento da máquina.

Vale destacar que vários automóveis contam com um marcador de temperatura digital mais preciso.

3 – Estepe de mesmo tamanho

Muitos motoristas só descobrem essa mudança tarde demais, mas o estepe do carro nem sempre é do mesmo tamanho que os outros pneus. O item é conhecido como estepe temporário, sendo bem mais fino que os padrões.



Antigamente, o pneu reserva era idêntico aos demais, mas isso mudou. Atualmente, o pneu de emergência só pode rodar por cerca de 80 km e sem ultrapassar os 80 km/h.

4 – Quebra-vento faz falta no carro

Há uma legião de motoristas saudosos do quebra-vento. O item era um vidro a mais que estava na parte dianteira da janela do passageiro e do motorista. Ele poderia ser aberto para quebrar o vento e arejar mais o interior do carro.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário