scorecardresearch ghost pixel



Bolsonaro quer auxílio para caminhoneiros e ampliação do vale-gás

Medidas propõem o alívio financeiro dos brasileiros em meio aos altos índices da inflação, que têm prejudicado a economia brasileira.



O presidente Jair Bolsonaro (PL) e sua equipe vão enviar em breve ao Congresso Nacional a proposta para a criação de um auxílio financeiro no valor de R$ 400 destinado aos caminhoneiros. O objetivo é mitigar os impactos das altas nos preços dos combustíveis. Outra medida a ser implementada é a ampliação do Auxílio Gás, tanto no valor quanto no número de famílias beneficiadas.

Leia mais: Com bolsas de R$ 1.500, programa de estágio Carrefour tem inscrições abertas 

As novas medidas entraram em discussão nesta terça-feira, 21. Participaram da reunião o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, dentre outros integrantes do alto escalão do governo federal.



A respeito dos impactos financeiros que consequentemente virão com a implementação das propostas, o Executivo ainda não apresentou estimativas. A previsão é que os estudos em andamento pela equipe econômica esclareçam esse prisma até o fim desta semana.

Medidas visam reduzir a inflação

O voucher no valor de R$ 400 destinado aos caminhoneiros foi pensado para ajudar a categoria após os novos aumentos do diesel e reduzir o custo do frete. Medida que beneficiaria toda a cadeia comercial brasileira. O intuito é propor uma redução da inflação atual, pois boa parte das mercadores do país é transportada pelas estradas e rodovias.

Sobre as alterações no Auxílio Gás, a proposta a ser anunciada busca aumentar o público-alvo da iniciativa. Atualmente, recebem as parcelas bimestrais do programa famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) com renda mensal por pessoa igual ou inferior a meio salário mínimo (R$ 606).



Além disso, famílias que tenham entre seus integrantes aqueles que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), bem como “mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência”, também possuem direito ao benefício.

Vale-gás mensal

Os brasileiros atendidos pelo vale-gás recebem os recursos do programa a cada dois meses (bimestral). O valor não é fixo e equivale a 50% da média do preço nacional do botijão de 13 kg. Neste mês de junho, o valor ficou definido em R$ 53.

Com a proposta de ampliação, a ideia do governo é dobrar o benefício e passar a liberá-lo mensalmente. Para isso, novas regras e critérios de recebimento devem ser estabelecidos. Sobre o novo valor do vale-gás, eles ainda não foram definidos.




Voltar ao topo

Deixe um comentário