scorecardresearch ghost pixel



Como é calculado o preço da gasolina na bomba dos postos?

Se você ainda não sabia como o cálculo do preço dos combustíveis era feito, basta conferir as informações deste texto. Impostos, petróleo e outras variáveis são importantes.



Só em 2022, o preço da gasolina subiu, em média, 22%. No entanto, se compararmos com o valor mediano de 2019, o salto foi maior do que 70% em todos os postos de combustíveis. O problema é que ninguém soube explicar até hoje como é calculado esse preço em termos reais.

Veja também: Ainda dá para encontrar algum bom carro por até R$ 20 mil?

Todo mundo sabe que o preço da gasolina depende diretamente do valor do petróleo. Além disso, também não é segredo que existem impostos e questões logísticas de mercado que impactam no valor final. Ainda assim, as dúvidas são constantes diante de tantas notícias controversas.



Entenda como calcular o preço da gasolina a partir de agora

A variável que mais interfere no preço da gasolina é o petróleo, já que se trata da principal matéria-prima do assunto. O cálculo do petróleo, por sua vez, é medido pela política de Paridade Internacional, que está ativa desde 2016. Assim, o preço do barril é calculado tendo por base o valor internacional do combustível, o qual é medido em dólar.

Sendo assim, toda vez que o preço internacional do petróleo sobe, o da gasolina também sobe. Mais do que isso, sempre que o preço do dólar aumenta, a gasolina também aumenta. Aumentando a gasolina, o preço do etanol sobe também para regular a questão de oferta e demanda.

Impacto da logística

Por sua vez, a logística de distribuição, produção e beneficiamento da gasolina também têm um custo. Inclusive o transporte dos combustíveis também impacta nisso. Sempre que o óleo diesel aumenta de preço, o transporte fica mais caro e assim todos os combustíveis tendem a encarecer ainda mais. São as políticas públicas que conseguem controlar a situação sempre que são utilizadas de forma correta.



Impostos no preço da gasolina

Por fim, a gasolina conta com impostos que incidem sobre o preço final, pago pelos consumidores. De modo geral, são quatro os principais tributos: ICMS, PIS/PASEP, COFINS e CIDE. De todos, apenas o ICMS é um imposto cobrado pelos estados, enquanto os demais se aplicam ao governo federal.

A partir de todas essas variáveis o preço da gasolina é estabelecido e pode ou não ser controlado pela administração pública.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário