scorecardresearch ghost pixel



Consulta do abono de até R$ 1.212 está disponível via CPF; aprenda como fazer

Abono salarial PIS/Pasep concede até um salário mínimo completo ao trabalhador que se enquadra em todas as regras.



Ainda dá tempo de sacar o abono salarial PIS/Pasep no valor de até um salário mínimo (R$ 1.212). Os recursos foram liberados entre fevereiro e março para cerca de 23 milhões de brasileiros, e a consulta pode ser feita pela internet.

Leia mais: Reservou ações da Eletrobras com o FGTS? Governo pode ‘cancelar’ parte do pedido

A Caixa Econômica Federal realizou os pagamentos do PIS para os funcionários de empresas privadas. Já os servidores públicos receberam o Pasep pelo Banco do Brasil.

Relembre quais são as exigências para ter acesso ao abono (todas obrigatórias):

  • Estar inscrito no PIS/Pasep há, no mínimo, cinco anos;
  • Ter trabalhado por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base;
  • Ter recebido, em média, até dois salários mínimos mensais no ano-base;
  • Estar com os dados corretos na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/ eSocial.

O ano-base considerado nos pagamentos realizados neste ano é 2020. Sendo assim, o benefício foi depositado somente para quem cumpria todos os requisitos naquele ano.



Consulta ao PIS

Muitos brasileiros ainda não sacaram o abono porque não sabem qual o número do seu PIS. Essa sequência numérica pode ser encontrada ou solicitada nos seguintes locais:

  1. Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  2. Cartão Cidadão;
  3. Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS);
  4. Agências da Caixa Econômica Federal (CEF);
  5. Extrato do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS);

Já a consulta do benefício está disponível no aplicativo Carteira de Trabalho Digital ou telefone da Central Alô Trabalhador, no número 158. Outra opção é entrar em contato direto com o banco pagador:

PIS

  • Aplicativo Caixa Trabalhador;
  • Site da Caixa;
  • Telefone 0800 726 0207.

Pasep

Central de atendimento do Banco do Brasil:

  • 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas);
  • 0800 729 0001 (demais cidades);
    0800 729 0088 (deficientes auditivos).




Voltar ao topo

Deixe um comentário