scorecardresearch ghost pixel



Estado paga auxílio de R$ 2.000 a famílias; Conheça os requisitos

Pagamentos foram divididos em quatro parcelas de R$ 500, com depósitos em junho, julho, agosto e setembro.



Teve início na última quinta-feira, 2 de junho, os cadastros para receber o auxílio-chuva, benefício destinado às famílias que foram desalojadas ou desabrigadas por conta dos temporais ocorridos em cidades do Estado de Alagoas.

Leia mais: Aluguel Social abre inscrições para quem precisa de auxílio mensal

Prefeituras de 33 municípios decretaram situação de emergência. O valor do auxílio-chuva é de R$ 2 mil, a ser repassado àqueles que perderam tudo em razão das fortes chuvas. Os pagamentos foram divididos em quatro parcelas de R$ 500, com depósitos em junho, julho, agosto e setembro.

“A nossa expectativa é de que entre o dia 10 e o dia 15 [de junho]nós já possamos fazer o pagamento da primeira parcela, por meio da Caixa Econômica Federal, nos mesmos moldes usados para pagamentos dos demais benefícios“, declarou o governador do estado, Paulo Dantas.



Cadastros das famílias beneficiárias

O cadastro das famílias beneficiárias foi de responsabilidade das prefeituras dos municípios. Eles foram realizados com base em um levantamento obtido pelas Defesas Civis municipais e estadual. Os órgãos ficarão encarregados da supervisão e fiscalização da medida.

As prefeituras tiveram até a última segunda-feira, 6, para incluir os nomes dos beneficiários no sistema desenvolvido pela Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social. Ou seja, não foram os cidadãos afetados que realizaram a inscrição para receber o benefício.

Mas é importante ressaltar que a prioridade no pagamento diz respeito às famílias em situação de pobreza ou pobreza extrema, cujos rendimentos por pessoa são baixos. Além disso, ter inscrição no Cadastro Único também ajudou na identificação desses moradores.




Voltar ao topo

Deixe um comentário