scorecardresearch ghost pixel



INSS: segurados terão aumento nas parcelas mensais; Valores já foram definidos?

Assim que o piso é reajustado, o valor dos benefícios da autarquia também são modificados. Previsão aponta aumento de quase R$ 100.



A quantidade de brasileiros que recebem alguns dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) cresce a cada ano. Portanto, é comum o interesse em saber quando os pagamentos em folha serão ajustados e quais valores serão oferecidos.

Leia mais: INSS: cidadão que está NESTA situação pode receber indenização de R$ 15 mil

Antes de mais nada, é necessário destacar que os aposentados e pensionistas do INSS, por exemplo, não podem receber quantias abaixo de um salário mínimo. Sendo assim, todos os anos, assim que o piso nacional é reajustado, o valor dos benefícios da autarquia também são modificados.

A cada ano, o governo federal faz previsões de quanto será a quantia do salário mínimo do próximo ano. A estimativa se baseia na inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Recentemente, o percentual inflacionário chegou a 8,1%. Mas o que isso impacta no reajuste dos salários de quem recebe benefícios do INSS? Veja abaixo!



Previsão de reajuste para benefícios do INSS em 2023

Anualmente, junto com o reajuste do salário mínimo, também são feitas alterações no valor do piso e do teto do INSS. O piso, para quem não sabe, é o valor mínimo pago pelo governo, enquanto o teto seu valor máximo.

Considerando as previsões do salário para o ano que vem, o valor mínimo do INSS para 2023 deve chegar a R$ 1.310,17. O aumento será de R$ 98,17 em comparação aos atuais R$ 1.212, pagos em 2022.

Sendo assim, é importante aguardar a definição do piso salarial para saber o quanto cada segurado do instituto receberá de reajuste.

Quando será definido o valor do INSS para o ano que vem?

O novo valor do INSS 2023 ainda não foi definido. Geralmente, essa decisão é anunciada apenas no fim de cada ano, quando o governo federal analisa o cenário da inflação e define o aumento do salário mínimo.

Por enquanto, a equipe econômica do governo prevê um reajuste na faixa dos 8,1%. Porém, especialistas apontam para uma máxima de 10%, o que irá definir outra projeção para o piso no ano que vem.




Voltar ao topo

Deixe um comentário