scorecardresearch ghost pixel



PIS/Pasep e FGTS: descubra se você tem dinheiro a receber do governo

Aprenda a consultar alguns dos principais benefícios e descubra se você deixou para trás quantias em dinheiro de programas federais.



O calendário do saque extraordinário do FGTS já chegou ao fim, permitindo que 42 milhões de trabalhadores tivessem acesso ao saldo de até R$ 1 mil oriundo de contas vinculadas. Mas o que pouca gente sabe é que existem outras formas de resgatar os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e abono salarial PIS/Pasep. Confira!

Leia mais: Novo saque FGTS de julho pode ultrapassar R$ 3.900; veja como será feito

Saque PIS/Pasep 2019 e 2020

Quem perdeu os saques do abono salarial PIS/Pasep referentes aos anos de 2019 e 2020 ainda podem resgatar os valores, que podem chegar a R$ 1.100 e R$ 1.212, respectivamente. A retirada dos recursos pode ser feita até o dia 29 de dezembro.

A consulta para saber se tem direito a uma das rodadas, ou ambas, é feita por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital ou telefone 158.



No caso do saque do abono ano-base 2019, o pedido de reemissão pode ser feito em uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho ou enviando um e-mail para [email protected] (no lugar do “uf”, basta o trabalhador colocar a sigla do estado em que ele reside).

Cotas PIS/Pasep

Os recursos são destinados aos trabalhadores que atuaram com carteira assinada entre os anos de 1971 e 1988, mas que na ocasião não resgataram o dinheiro da antiga cota PIS/Pasep. A modalidade se aplica tanto para quem trabalhou na iniciativa privada como na esfera pública.

De acordo com o governo, o valor esquecido chega a R$ 23,5 bilhões, que podem ser consultados via aplicativo FGTS, que é para onde dinheiro foi enviado após a extinção do fundo PIS/Pasep.

Em caso de falecimento do titular da conta, herdeiros ou dependentes podem sacar o dinheiro. As quantias são variadas e podem ultrapassar a média de R$ 3 mil.



Saque-aniversário do FGTS

Outra opção de garantir uma renda extra é por meio do saque-aniversário do FGTS. Pela modalidade, o trabalhador consegue retirar uma vez por ano de contas ativas ou inativas parte do saldo acumulado.

Confira o calendário do saque-aniversário 2022:

Mês de aniversário  Pagamento entre
Janeiro 3 de janeiro e 31 de março
Fevereiro 1º de fevereiro e 29 de abril
Março 2 de março e 31 de maio
Abril 1º de abril e 30 de junho
Maio 2 de maio e 29 de julho
Junho 1º de junho e 31 de agosto
Julho 1º de julho e 30 de setembro
Agosto 1º de agosto e 31 de outubro
Setembro 1º de setembro e 30 de novembro
Outubro 3 de outubro e 30 de dezembro
Novembro 1º de novembro e 31 de janeiro de 2023
Dezembro 1º de dezembro e 28 de fevereiro de 2023

Em relação ao valor, a quantia máxima a ser retirada depende do saldo acumulado. Confira:

Valor | Saque permitido Parcela adicional
Até R$ 500 50% do saldo
Entre R$ 500,01 e R$ 1.000 40% do saldo R$ 50
Entre R$ 1.000,01 e R$ 5.000 30% do saldo R$ 150
Entre R$ 5.000,01 e R$ 10.000 20% do saldo R$ 650
Entre R$ 10.000,01 e R$ 15.000 15% do saldo R$ 1.150
Entre R$15.000,01 e R$ 20.000 10% do saldo R$ 1.900
Acima de R$ 20.000,01 5% do saldo R$ 2.900

O acesso ao saque-aniversário precisa de adesão por parte do trabalhador. A solicitação está disponível no aplicativo FGTS ou site.




Voltar ao topo

Deixe um comentário