scorecardresearch ghost pixel



Quando será pago o abono salarial PIS/Pasep de quem trabalhou em 2021?

Repasses do benefício com ano-base 2020 foram realizados mais cedo neste ano, mas trabalhadores questionam sobre abono referente a 2021.



O abono salarial PIS/Pasep é um benefício bastante esperado pelos trabalhadores da iniciativa pública e privada que ganham até dois salários mínimos mensais. Em 2022, o governo realizou os pagamentos do benefício com ano-base 2020, mas não liberou os valores referentes a 2021.

Leia mais: Quanto rende colocar R$ 1 mil aplicados no CDI do PicPay

Para quem atuou formalmente em 2020, o prazo para sacar até um salário mínimo vai até 29 de dezembro. O PIS/Pasep é pago ao cidadão que cumpre todos os requisitos informados abaixo:

  • Estar inscrito no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos;
  • Ter formalmente por, no mínimo, 30 dias no ano-base considerado;
  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos no ano considerado;
  • Estar com os dados informados corretamente pelo empregador na RAIS/eSocial.

Esses repasses finalizados em março deveriam ter sido feitos no ano passado, mas o governo decidiu adiar os pagamentos com forma de poupar dinheiro durante a pandemia. Desse forma, o calendário foi transferido para este ano.



Quando sai o abono de 2021?

Embora muitos tenham criado a esperança de um depósito em dobro em 2022, isso não vai acontecer. O governo também decidiu adiar o pagamento do abono salarial com ano-base 2021, o que significa que os trabalhadores só terão acesso ao dinheiro em 2023.

Cada um deles poderá sacar até um salário mínimo, que hoje é de R$ 1.212, mas passa por reajustes em janeiro de cada ano. A Caixa Econômica Federal é responsável pelo depósito do PIS, enquanto o Banco do Brasil cuida do Pasep.




Voltar ao topo

Deixe um comentário