scorecardresearch ghost pixel



Concurso ANTT: Solicitado edital com 394 vagas para níveis médio e superior

Concurso ANNT 2020 / 2021 deverá oferecer vagas para nível médio e superior. Remunerações ultrapassam os R$ 15 mil. Confira todas as informações!



Em períodos de crise, a busca por concursos públicos em razão de bons salários e estabilidade é cada vez maior. Órgãos muito procurados por sua credibilidade, as agências reguladoras configuram verdadeiro objeto de desejo dos concurseiros, oferecendo cargos e remunerações compatíveis com os objetivos de quem se dedica a horas de estudo.

Uma delas é a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A autarquia é encarregada de regular atividades relacionadas à infraestrutura rodoviária e ferroviária federais, além da prestação de serviços de transporte terrestre.

A agência enviou, em 2017, solicitação para abertura de novo concurso contendo 720 vagas. As oportunidades seriam distribuídas entre as carreiras de analista, técnico e especialista. Depois de diversas movimentações, o pedido foi indeferido pelo governo.

Diante dessa situação um novo pedido foi enviado. De acordo com informações do site da ANTT, o documento encaminhado em 31 de maio de 2019 pleiteia a abertura de 394 vagas. As oportunidades contemplam os mesmos cargos. Entretanto, com quantitativo reduzido em 50%, aproximadamente.

Comece a estudar agora mesmo com as apostilas baseadas nos últimos editais:

Concurso ANTT 2020

É grande a expectativa pela abertura do concurso ANTT 2020 / 2021. O órgão solicitou a abertura de novo edital junto ao Ministério da Economia. O quantitativo é o mesmo do pleito realizado de 2019: 394 vagas em cargos de níveis médio e superior.

O concurso foi solicitado com vagas nas carreiras de especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres (63 vagas), técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres (208 vagas), analista administrativo (36 vagas) e técnico administrativo (87 vagas).

Os cargos de técnico requerem nível médio completo; para analista é preciso nível superior. Confira os salários abaixo:

  • R$ 7.474,67 para técnico administrativo;
  • R$ 7.846,37 para técnico em regulação;
  • R$ 14.265,57 para especialista em regulação;
  • R$ 15.516,12 para analista administrativo.

A ANTT possui sede em Brasília (DF). Mas há possibilidade de provimento nas unidades do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, Ceará, Maranhão, Bahia, Pernambuco e Santa Catarina.

Sobre a ANTT

As agências reguladoras foram criadas durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, com o objetivo de controlar e inspecionar os serviços que, a partir das diversas privatizações ocorridas naquele período, ficaram a cargo de empresas privadas.


A ANTT é uma autarquia federal criada pela Lei nº 10.233/2001, com atividades regulamentadas pelo Decreto nº 4.130. A agência absorveu as competências de concessões outorgadas pelos extintos DNER e RFFSA, referentes à rodovias e ferrovias federais.

Conforme o Art.22 da Lei de sua criação, as esferas de atuação da ANTT constam do transporte de cargas especiais e perigosas em rodovias e ferrovias, transporte ferroviário de cargas e passageiros pelo Sistema Nacional de Viação, transporte multimodal, exploração da infraestrutura ferroviária e arrendamento de seus ativos operacionais, transporte rodoviário e cargas e passageiros (destes, interestadual e internacional), exploração da infraestrutura rodoviária federal.

Histórico e quadro atual da ANTT

Ao assumir a presidência, o ex-presidente Michel Temer elaborou o Programa de Parcerias e Investimentos, o PPI, fundamentado por Medida Provisória (MP) publicada no Diário Oficial da União. A MP estipula o PPI como ferramenta de ampliação e fortalecimento da parceria entre empresas privadas e o Estado, através de contratos para empreendimentos públicos de infraestrutura, incluindo permissões de serviço público, concessões, arrendamentos, dentre outros.

Dada a criação do PPI, é óbvia a fiscalização mais efetiva por parte da ANTT, a partir do momento em que os contratos celebrariam parcerias em obras de infraestrutura rodoviária e ferroviária federais. Ou seja, geração de demanda de pessoal.


A questão é que, antes mesmo da criação do PPI, a ANNT apresentava defasagem em seu quadro de servidores já que os três concursos realizados desde sua instituição não supriram a necessidade do órgão. Atualmente, conforme informado pela assessoria de comunicação, o órgão conta com provimento de apenas 57,1 % dos cargos previstos na Lei 10.871/2004. Cerca de 40% de seus cargos está em aberto, além dos terceirizados que executam funções designadas a concursados e das aposentadorias previstas (aproximadamente 125 funcionários).

Cargos e remunerações da ANTT

Os cargos solicitados no pedido de concurso enviado ao Ministério do Planejamento situam-se nas esferas administrativa e de regulação, incluindo servidores com formação em ensino médio ou superior.

A carreira de técnico administrativo tem como funções a execução de atividades intermediárias administrativas e logísticas dentro de suas competências legais. A remuneração inicial é de R$ 7.474,67 acrescidas de vale-alimentação. Tem como requisito a formação em nível médio.

O técnico em regulação de serviços de transportes terrestres atua no apoio técnico e suporte nas atividades de controle, inspeção, fiscalização e regulação, além de políticas e estudos na área. A remuneração inicial é de R$ 7.846,37, mais vale-alimentação. Tem como requisito a formação em nível médio.

O analista administrativo atua na execução de atividades intermediárias administrativas e logísticas dentro de suas competências legais em diversas especialidades. A remuneração inicial é de R$ 14.265,57 acrescidas de vale-alimentação. Tem como requisito a formação em nível superior de acordo com a área pretendida.

O especialista em regulação de serviços de transportes terrestres atua nas atividades especializadas de controle, inspeção, fiscalização e regulação, além de implementar políticas e estudos na área. A remuneração inicial é de R$ 15.516,12, mais vale-alimentação. Tem como requisito a formação em nível superior de acordo com a área pretendida.

Todos os cargos são beneficiados pela contratação em regime estatuário e possibilidade de progressão de carreira. Os aprovados em concurso público seguem jornada de 40 horas semanais.

A lotação depende da quantidade de vagas liberadas pelo Planejamento, podendo ser nas regionais centrais (DF, RJ, MG, SP, RS, PE, BA, MA, CE) ou postos de atendimento nestas e outras unidades da federação.

Concurso ANTT 2008

O concurso ANTT 2008 foi organizado pela Fundação Universitária José Bonifácio (FUJB) e ofertou 355 vagas para os cargos já citados, sendo 90 para candidatos com graduação e o restante para as postos de ensino médios. Foram aplicadas provas objetivas para todos os cargos, além de redação para os candidatos aos cargos de técnico administrativo e em regulação.

Especialistas e analistas passaram por prova discursiva, avaliação de títulos, além de curso de formação para especialista em regulação. As disciplinas cobradas variaram de acordo com o cargo pretendido. Verifique o conteúdo programático cobrado para os dois níveis através do edital: http://www.vestcon.com.br/ft/conc/3111.pdf.

Concurso ANTT 2013

O concurso ANTT 2013 foi organizado pelo Cespe/Unb e ofertou 135 vagas para os cargos já citados, sendo 80 para candidatos com graduação e o restante para as postos de ensino médios. Foram aplicadas provas objetivas para todos os cargos. Especialistas e analistas passaram por prova discursiva, avaliação de títulos, além de curso de formação para especialista em regulação. As disciplinas cobradas variaram de acordo com o cargo pretendido. Verifique o conteúdo programático cobrado para os dois níveis por meio do edital.

Concorrência e nomeações Concurso ANTT

Concursos para a ANTT são sempre bastante concorridos em razão das remunerações e estabilidade. Ao mesmo tempo, a autarquia é conhecida pela generosa nomeação de candidatos classificados. No concurso de 2013, por exemplo, foram oferecidas 135 oportunidades, porém, convocados 200 aprovados.

Dicas para passar no Concurso da ANTT

Um dos principais itens para se dar bem em um concurso é conhecer sua banca organizadora. O último concurso para a ANS foi realizado pelo Cebraspe (antigo Cespe/Unb), mas, há grandes chances de a Funcab ser a escolhida, já que foi a responsável pelo edital de seleção de cargos de ensino médio. Então, vejamos dicas para ambas.

O Cebraspe é tido como uma das bancas mais difíceis pelos concurseiros e conhecida pelas questões do tipo Certo ou Errado, com a temida característica de uma resposta errada anular uma certa. Para tentar “escapar” da armadilha, é melhor deixar a questão em que pairar a dúvida em branco, sem perder nem ganhar pontos.

Outro aspecto do Cebraspe é que as perguntas não são, estritamente, formuladas conforme a lei ou assunto. Normalmente, é cobrada do candidato uma certa interpretação sobre o tema, demandando maior preparo. Ou seja, não adianta decorar o conteúdo sem entendê-lo globalmente.

O conteúdo de Informática também merece um cuidado especial. A banca costuma cobrar os sistemas operacionais e Offices mais recentes, como o LibreOffice. Se o candidato não for muito habituado, é ideal que passe a utilizá-los para adquirir maior familiaridade pois, nas questões, é cobrada mais prática do que teoria decorada.

O edital anterior equilibrou bem as matérias cobradas, contemplando todas as disciplinas dispostas no edital. É importante atentar-se para os critérios de desempate. No caso das provas da ANTT, seguindo o fator idade, a maior pontuação nas provas de conhecimento especifico constituem fator classificatório de peso.

Comece a estudar agora mesmo com as apostilas baseadas nos últimos editais:

Inscrições concurso ANTT

Assim que for autorizado, o concurso ANTT deverá realizar a escolha da comissão responsável pelos trâmites e da banca, que ficará a cargo das etapas. Após, haverá a publicação do edital oficial, com a divisão de vagas e abertura das inscrições.




Voltar ao topo

Deixe um comentário