O que é consórcio?

Veja o significado do termo e descubra como ele pode ser uma excelente opção para quem deseja realizar um sonho ou pagar uma dívida.

O consórcio é um sistema baseado na união de pessoas, sejam elas físicas ou jurídicas, que contribuem mensalmente (ou como estabelecido em contrato) para a formação de uma poupança comum. Esse valor, também chamado de “fundo”, é repassado aos participantes em ordem definida por sorteio ou lance.

Como funciona um consórcio? Basicamente, o valor total do bem ou serviço é dividido em um prazo predeterminado entre todos os integrantes para que eles contribuam ao longo desse período. A partir daí, conforme estipulado em contrato, a administradora ou responsável pela gestão do fundo contempla com o crédito cada participante, até que todos sejam atendidos. 

Há duas formas de restituição do valor: por sorteio ou lance. No primeiro, todos os consorciados concorrem igualmente ao direito de utilizar o crédito. Um ou mais participantes do grupo, conforme a disponibilidade em caixa, são sorteados para receber o valor determinado no contrato. 

Isso acontece independentemente do número de parcelas que os contemplados pagaram. Dessa forma, eles podem receber do primeiro ao último mês, ou seja, não há uma data prevista para cada repasse. 

Em se tratando do lance, o consorciado pode aumentar as chances de contemplação se for feita uma oferta de adiantamento dos valores. Antes da assembleia do mês, o interessado deve contatar a administradora do dinheiro e formalizar o interesse em dar um lance, especificando a quantia, que só deverá ser paga pelo contemplado.

Características do consórcio

Diferente de um empréstimo ou financiamento, por exemplo, os consórcios possuem características singulares, das quais incluem :

  • Flexibilidade no uso do crédito;
  • Opções de prazos e pagamentos;
  • Poder de compra à vista;
  • Oportunidade de acelerar a contemplação por meio de lances;
  • Possibilidade de conseguir o crédito todos os meses por meio de sorteio;
  • Parcelamento do valor integral;
  • Recuperação da quantia com acréscimos sobre o valor total;
  • Oportunidade de ampliar o patrimônio.

Entre as vantagens também estão a atualização do bem, menos burocracia para a participação, versatilidade do uso do crédito e redução da carga tributária. 

Como entrar em um sistema de consórcios?

Para adquirir uma cota em um consórcio, o primeiro passo é encontrar uma administradora que esteja autorizada pelo Banco Central (BC) para o exercício da modalidade. Para saber se uma empresa possui essa permissão, basta consultar o site do BC ou verificar uma das administradoras vinculadas à Associação Brasileira  de Administradoras de Consórcio (ABAC).

Após a apuração das empresas, o interessado em um consórcio pode escolher àquela que apresentar os melhores prazos e valores de acordo com o orçamento. Uma dica importante é sempre ler atentamente as cláusulas de adesão, para estar ciente dos direitos e obrigações, como prazo de duração, percentuais de contribuições, regras de contemplação, taxas de administração, etc.

Também é essencial exigir uma via do documento de adesão e/ou cópia do regulamento, para eventuais consultas.

Veja também: O que é o Custo Efetivo Total (CET)?

O que é consórcio?
Avalie
Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Deixe um comentário