Economia de escala

Entenda o significado do termo, a diferença de economia de escala interna e externa e o que é economia de escopo.

Economia de Escala é um termo da Economia cujo significado é a possibilidade de reduzir o custo médio de um determinado produto pela diluição dos custos fixos em um número maior de unidades produzidas.

Em outras palavras, as economias de escala são aquelas onde o aumento na produção tem consequência em uma queda no custo médio do produto. Portanto, esse termo se conceitua em uma relação não proporcional entre os custos médios dos produtos e o volume de produção.

Um exemplo de indústria que lida com economia de escala é a de softwares. Nessa atividade, o custo do desenvolvimento do programa é o maior. Como o custo associado à produção de cópias desse programa é mínimo, o aumento na produção resulta na diluição do custo de desenvolvimento, seguido de um custo médio menor por produto comercializado.

Alguns exemplos de custos fixos são: aluguel,telefone,investimentos em pesquisa, depreciação do maquinários e equipamentos, pessoal administrativo e desenvolvimento do produto.

Economia de escala interna e externa

O termo economia de escala, geralmente, está associado à economia interna das empresas. Isso porque a empresa possui meios de reorganizar seu processo produtivo, visando a redução de seus custos por unidade.

Entretanto, a economia de escala de uma empresa também pode ser externa. Ou seja, quando há alterações na economia local/regional ou mudanças sociais que não são controladas pela empresa, mas que podem ser utilizadas por ela. Por exemplo, o incremento na malha de transportes, que pode expandir o escoamento dos produtos.

Deseconomia de escala

A deseconomia de escala acontece de forma contrária a economia de escala. Ela ocorre quando o custo com os fatores de produção cresce mais do que a produção final desse investimento, tendo como consequência um aumento no custo médio por unidade.

Por exemplo, a empresa, que tinha apenas um funcionário executando um serviço, contrata outro pensando em aumentar a produção. No entanto, o novo empregado possui uma produtividade menor do que o anterior. Dessa forma, a empresa dobrou sua despesa com mão de obra, mas não dobrou a produção.

Economia de escopo

A economia de escopo acontece quando a redução nesse custo médio é devida a produção conjunta de mais de um produto ou serviço.

Ou seja, se uma mesma empresa produzir dois bens em conjunto, ela terá um custo menor do que se duas empresas produzirem esses dois bens de forma separada. Matérias-primas comuns entre esses dois produtos e a correlação em sua produção são alguns dos fatores que podem gerar economias de escopo.

Leia mais: Equivalência patrimonial

Economia de escala
Avalie
Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Deixe um comentário