Cadeia de Valor

O conceito se refere ao processo que é realizado dentro de uma organização, desde a produção do produto, até ele chegar ao consumidor

Um produto passa por diversas fases dentro de uma empresa até chegar ao cliente. Assim sendo, a Cadeia de Valor pode ser definida como o caminho interligado que o item faz dentro do órgão.

O conceito diz respeito às transformações da peça. Ou seja, desde quando é matéria bruta, até se tornar bem de consumo. O termo foi criado por Michael Porter, que organizou o definição em primária e secundária.

As primárias são as atividades estipuladas por relações diretas. Enquanto a secundária se refere as ações que não envolvem o produto diretamente.

A margem é o índice de desempenho da cadeia de valor e ela pode ser calculada a partir do valor total da cadeia subtraindo os custos das atividades.

Cadeia de valor: atividade primárias

Logística Interna ou de entrada:

Fazem parte dos arranjos logísticos de uma empresa a recepção, o armazenamento e a distribuição interna dos recursos. Por exemplo, a matéria- prima que será utilizada no processo de produção.

Operações:

Esse aspecto diz respeito a ações relacionadas à produção, ou seja, à transformação dos recursos  em produto.

Logística externa ou de saída:

Como o nome já sugere, faz parte desta fase desde o recolhimento do produto onde ele foi produzido, até sua distribuição nos pontos em que será vendido.

Marketing e Vendas:

Nesse ponto ações promocionais, estratégias de venda e quaisquer atividades que tenham ligação com ações comerciais, estão incluídas.

Serviço pós-venda:

Diz respeito à devolução ou troca de algum produto, por exemplo. Ou a assistências prestadas durante um período determinado.

Cadeia de Valor: atividades secundárias

Apoio e suporte:

Aspecto relacionado com a infraestrutura da empresa, com as atividades da gestão global que envolvem o relacionamento,o planejamento, a administração e a contabilidade do órgão.

Gestão de recursos humanos:

Diz respeito às contratações e a forma de gerir os funcionários da organização.

Desenvolvimento tecnológico:

Quando a empresa investe em tecnologia para que a produção aconteça de forma mais ágil ou produtos sejam aprimorados.

Aquisição:

Obtenção de recursos ou a compra de materiais

Cadeia de Valor e Cadeia de Suprimentos: diferença

Os dois conceitos possuem definições semelhantes, no entanto se diferenciam quando se trata da finalidade que cada um tem.

A cadeia de valor tem o objetivo de registrar o valor agregado, a partir da identificação dos processos que estão inseridos no movimento que o produto faz. Assim sendo, a sua função principal é gerar um fluxograma da estrutura interna.

Isso é importante para que o tempo de produção seja otimizado em situações que o produto não agregue tanto valor à empresa. Em contrapartida, a cadeia de suprimentos busca maximizar os resultados da organização.

Cadeia de Valor
Avalie
Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Deixe um comentário