IFAL abre concurso público

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IFAL) abre concurso público com vaga para profissionais de nível superior.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IFAL) tornou pública a realização de mais um concurso público. O edital nº 73/2019 tem como objetivo promover a admissão de oito servidores em cargos
Técnico-Administrativos em Educação.

São ofertadas vagas nos seguintes cargos de nível superior: Médico, Médico do Trabalho, Médico Psiquiatra, Assistente Social, Psicólogo e Engenheiro de Segurança do Trabalho.


Os interessados poderão se inscrever de 6 de junho a 5 de julho de 2019, pela internet, no sítio eletrônico www.fundepes.br. Será cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 120,00.

Caso o candidato não disponha de acesso à internet, poderá se inscrever em dias úteis, das 8h às 12h e das 13h às 17h, no posto disponibilizado na COPEVE – UFAL, Campus A.C. Simões. Endereço: Avenida Lourival Melo Mota, s/n, Tabuleiro dos Martins, Maceió/AL.

Os servidores serão remunerados com vencimentos iniciais de R$ 4.180,66, para cumprimento de cargas horárias de 20 horas semanais para Médico e de 40 horas semanais para os outros cargos.

A seleção dos candidatos será feita por meio de prova objetiva, composta por 60 questões de múltipla escolha. A aplicação das provas está programada para o dia 25 de agosto de 2019, em Maceió.

O concurso público tem validade pelo prazo de dois anos, contados a partir da homologação do resultado final, prorrogável, uma vez, por igual período.

O edital completo com mais informações sobre o Concurso IFAL – 2019 está disponível no seguinte link: http://bit.ly/2JPgeey

edital-processo-seletivo-ifal-al-2019
RESUMO - IFAL abre concurso público
Orgão IFAL - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas
Quantidade de Vagas 8
Cadastro Reserva Não
Nível de Escolaridade
Salário R$ 4.180,66
Início das inscrições 06/06/2019
Término das inscrições 05/07/2019
Cargo
Localidade
Valor da Inscrição R$ 120,00

Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário