scorecardresearch ghost pixel

Processo Seletivo IFMT

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) abre processo seletivo com 22 vagas para Professor Substituto.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) anunciou a abertura de um processo seletivo. A seleção é regulada pelo edital nº 1/2019 e tem como objetivo promover a contratação de 22 Professores Substitutos.

Áreas: Administração; Agroindústria; Engenharia Elétrica; Física; Filosofia; Geografia; História; Informática; Língua Portuguesa; Matemática; Pedagogia; Português/Espanhol; Português/Inglês; Português/Literatura; Química; Secretariado; e Turismo.

Os docentes serão remunerados com salários que variam de R$ 2.236,31 a R$ 5.786,68, conforme sua titulação e a jornada de trabalho assumida, que poderá ser de 20 ou 40 horas por semana.


Os contratados serão lotados nos campi Alta Floresta, Guarantã do Norte, Lucas do Rio Verde, Tangará da Serra, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Confresa, Cuiabá (Octayde Jorge da Silva), Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Rondonópolis e Sorriso.

As inscrições serão aceitas de 4 a 23 de janeiro de 2019, pela internet, no site do IFMT: www.selecao.ifmt.edu.br. As inscrições são totalmente gratuitas.

A seleção dos candidatos será feita por meio de etapa única denominada exame de desempenho didático. O resultado será disponibilizado no site http://selecao.ifmt.edu.br.

O processo seletivo tem validade pelo prazo de um ano, sendo permitida sua prorrogação por mais um ano, a contar da data de publicação de seu resultado final no DOU.

O edital completo com mais informações sobre o Processo Seletivo IFMT – 2019 está disponível no seguinte link: https://goo.gl/JpcHns

RESUMO - Processo Seletivo IFMT
Orgão IFMT - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso
Quantidade de Vagas 22
Cadastro Reserva Não
Nível de Escolaridade
Salário de R$ 2.236,31 até R$ 5.786,68
Início das inscrições 04/01/2019
Término das inscrições 23/01/2019
Cargo
Localidade

Voltar ao topo

Deixe um comentário