Processos Seletivos UNILA – PR

Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) abre processos seletivos com vagas para Professores. Remuneração de até R$ 9.600,92.

UNILA – Universidade Federal da Integração Latino-Americana anunciou a abertura de dois novos processos seletivos. Os editais nº 02 e 03/2019 têm como finalidade promover a contratação de Professor Visitante e um Professor Substituto.

Ambos abrem vagas para a área de Antropologia, subárea Teoria Antropológica. Para participar do certame, ambos exigem que o profissional possua Doutorado em Antropologia ou Ciências Sociais, contudo o Professor Visitante deve ter obtido o título há no mínimo dois anos.


A remuneração ofertada para Professor Substituto é de R$ 5.786,68, enquanto para Professor Visitante é de R$ 9.600,92. O regime de trabalho será de 40 horas semanais.

As inscrições já estão abertas e seguem até o dia 10 de fevereiro de 2019, pela internet, no site da UNILA: http://unila.edu.br/concursos. A taxa de participação varia e R$ 140,00 a R$ 215,00.

A avaliação da área se dará pela análise do currículo sendo atribuída uma pontuação para cada item devidamente comprovado, de acordo com os critérios definidos em cada edital.

Os processos seletivos terão validade de um ano, contado a partir da data de publicação do Edital de Homologação do Resultado Final no Diário Oficial da União (DOU), podendo ser prorrogados por igual período.

Os editais completos com mais informações sobre os Processos Seletivos UNILA – PR – 2019 está disponível no seguinte link: https://goo.gl/9hV6SQ

Dobre suas chances de passar em um concurso público: Apostilas e Cursos preparatórias para Concursos

RESUMO - Processos Seletivos UNILA – PR
Orgão UNILA - Universidade Federal da Integração Latino-Americana
Quantidade de Vagas 2
Cadastro Reserva Não
Nível de Escolaridade
Salário de R$ 5.786,68 até R$ 9.600,92
Início das inscrições 15/01/2019
Término das inscrições 10/02/2019
Cargo
Localidade
Valor da Inscrição de R$ 140,00 até R$ 215,00

Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário