Notícias

Concursos Educação 2018: estados de SP e GO com editais em breve

Autorizados, certames deverão ofertar, juntos, mais de 1.500 vagas nos cargos de coordenador, professor e quadro administrativo.

• Atualizado em
Concursos Educação 2018: estados de SP e GO com editais em breve

O ano mal começou e as notícias otimistas sobre concursos não param de chegar! Dessa vez, elas vêm da área da Educação! Dois estados brasileiros preveem grandes certames, ainda, para o primeiro semestre de 2018. São Paulo e Goiás planejam, juntos, o lançamento de mais de 1.500 oportunidades em cargos administrativos e de magistério.

A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (Concurso SME-SP 2018) depende, apenas, da autorização do prefeito, João Dória, para lançar edital com mais de 500 vagas na carreira de coordenador. Após a aprovação, será possível dar andamento ao processo de escolha da banca organizadora. O cargo exige licenciatura plena em Pedagogia, pós-graduação em Educação e experiência mínima de três anos no magistério.

A remuneração inicial prevista para o cargo é de R$ 4.084,35, chegando a R$ 4.860,86 com o abono complementar. Jornada de trabalho de 44h semanais. O último concurso realizado pela SME SP aconteceu em 2011 quando, sob a organização da Fundação Carlos Chagas (FCC), foram disponibilizadas 50 vagas na carreira. Edital disponível pelo portal do SINPEEM.

Já a Secretaria Estadual da Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduc-Go) deve confirmar, a qualquer momento, a banca organizadora do certame que prevê a oferta de mil vagas para o quadro transitório de magistério. Ao que tudo indica, o edital pode sair, ainda, em janeiro. Das 1.000 vagas, 900 serão destinadas à docência e 100, para carreiras administrativas.

O Concurso Seduce-Go 2018 foi anunciado em março do ano passado e já tem comissão interna formada. Vale lembrar que o órgão segue com Processo Seletivo Simplificado em andamento, pelo qual foram lançadas 5.910 vagas temporárias destinadas a cargos de apoio administrativo e outras funções. Período de contratação dos selecionados vale por um ano.

Comentários