Falta de informações atrapalha depósito de até R$ 500 do FGTS

É correntista da Caixa e ainda não recebeu os recursos do saque imediato do FGTS? Saiba quais podem ser os problemas que estão atrapalhando o depósito.

Um novo lote de pagamento do saque imediato de até R$ 500 de contas ativas e inativas do FGTS foi liberado ontem para correntistas da Caixa. Contudo, os trabalhadores que estiverem com as informações erradas ou com dados incompletos no cadastro do FGTS, podem não ter o depósito automático dos recursos em sua conta.

O crédito pode não ocorrer caso falte dados ou ocorra uma divergência entre o cadastro no FGTS e o cadastro no PIS. De acordo com a Caixa, dentre os problemas mais comuns está a falta ou erro no número do CPF, número do PIS, data de nascimento e até mesmo no próprio nome, seja por erros ou não atualização de sobrenome após casamento.

Entretanto, a Caixa afirma que esses dados atrapalham apenas o depósito automático feito na conta dos correntistas. Com isso, o cliente ainda pode realizar o saque pelos outros meios fornecidos, como casas lotéricas, caixa eletrônico e até mesmo na própria agência.

Entretanto, será necessário aguardar até o dia 18 de outubro para ter acesso a esses meios, visto que o saque nesses locais ainda não foi liberado. Assim, caso o cliente da Caixa deseje retirar os recursos antes do dia 18, será necessário regularizar seu cadastro.

Como regularizar a situação

A Caixa recomenta que os clientes que possuem direito ao depósito automático e que não receberam os recursos, se direcionem até uma agência da estatal. Será necessário portar consigo os originais e cópias do documento de identificação com foto, CPF e carteira de trabalho.

Com isso, a estatal conseguirá regularizar o cadastro no FGTS e no PIS, assim como os demais dados solicitados pela conta. Após a regularização da situação, os recursos do saque imediato do FGTS serão repassados para o trabalhador em até cinco dias úteis.

Veja também: Aplicativo simula valor do FGTS que será sacado em 2020!

Demais motivos que atrapalham o depósito automático

O motivo mais comum que impede o depósito dos recursos do saque imediato é o problema no cadastro. Contudo, este não é o único motivo que possibilita tal situação. Além dele, é preciso que o trabalhador realize consultas sobre outros motivos que possam impedir tal depósito, sendo eles:

  • Consulte se há saldo disponível no FGTS por meio do site da Caixa, aplicativo FGTS ou pelo telefone 0800 724 2019;
  • O depósito só será realizado em contas abertas até o de 24 de julho de 2019;
  • Os demais trabalhadores não correntistas da Caixa ou que abriram conta após essa data, receberão os recursos por um calendário diferente;
  • O depósito só será feito em conta poupança individual ou conta corrente nas quais o trabalhador solicitou o depósito dentro do prazo.
Voltar ao topo

Deixe um comentário