Pagamento do 7º lote do abono salarial Pis/Pasep será liberado na próxima semana; Veja quem receberá

Ter trabalhado de carteira assinada por no mínimo 30 dias ininterruptos, além de estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos são algumas dos requisitos exigidos.

O Governo Federal começará a pagar na próxima semana o 7º lote do abono salarial do PIS/Pasep para quem trabalhou no ano base, nesse caso 2018. Os próximos beneficiários serão os nascidos nos meses de janeiro e fevereiro. Os valores variam entre R$ 86,58 e R$ 1.039.

PIS: A data de início dos pagamentos aconteceu em 2019, nos dias 23 e 25 de julho, aos correntistas e não correntistas Caixa, respectivamente. A partir daí, as liberações foram acontecendo de forma subsequente para os funcionários de empresas privadas de acordo com o mês de nascimento.

Para o próximo lote, a data estipulada é 14/01 (correntistas) e 16/01 (não correntistas). O calendário completo de pagamentos do abono PIS já foi liberado. Segundo informa a Caixa, o dinheiro ficará disponível para saque até o dia 30 de junho de 2020.

Pasep: Endereçado aos servidores públicos, o abono terá um novo lote também no dia 16/01 para quem tem o número de inscrição com final “5”. Os servidores com final de 0 a 4 já tiveram os valores liberados em novembro do ano passado.

Quem tem direito ao abono?

Para receber o benefício, o trabalhador precisa se enquadrar nas seguintes especificações:

  • Ter inscrição no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos;
  • Ter recebido no máximo dois salários mínimos como renda mensal;
  • Ter trabalhado sob o regime de carteira assinada por no mínimo 30 dias interruptos;
  • Estar com os dados cadastrais no Relatório Anual de Informações Sociais (RAIS).

Calendário PIS/PASEP 2020

Veja abaixo os calendários de saque de ambos os benefícios:

Onde acontecem os saques?

As opções de retirada do dinheiro variam de acordo com o tipo de abono. Saiba como diferenciar cada uma:

É funcionário de empresa privada? Com o Cartão Cidadão e senha cadastrada, o trabalhador pode realizar os saque em caixas eletrônicos da Caixa ou em agências lotéricas.

No caso de não possuir o cartão, a retirada poderá ser feita em uma agência Caixa, sendo obrigatória a apresentação de um documento de identificação. Correntistas da estatal tem as quantias depositadas automaticamente em conta. Mas isso se houver saldo superior a R$ 1 e histórico recente de movimentação.

E o servidor público? Como é feito o saque do Pasep? Diferentemente do PIS, que é pago pela Caixa, o responsável pelo pagamento do Pasep é o Banco do Brasil. Correntistas têm as quantias depositadas de forma automática na conta. No caso de não correntistas, mais informações podem ser obtidas nos telefones 4004-0001 e 0800-729-0001.

Leia ainda: Retroativo do PIS/Pasep sai em 2020 com valor médio de R$ 1.760; Veja quem pode sacar

Voltar ao topo

Deixe um comentário