Caixa lança plataforma que permite saque do FGTS totalmente digital para qualquer conta

Plataforma está disponível para sistemas operacionais Android e será liberada, em breve, para iOS. Adesão, consulta e valores são alguns dos serviços oferecidos.

A Caixa Econômica Federal (CEF) anunciou recentemente que irá liberar todas as modalidades de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de forma digital. A ferramenta que irá garantir o serviço foi pensando, em grande parte, devido à baixa adesão dos trabalhadores à sistemática de saque-aniversário.

O mecanismo não é novo, mas sim uma atualização do app da Caixa, que permite o saque. A plataforma está disponível para sistemas operacionais Android e será liberada, em breve, para iOS.

O sistema intui o acompanhamento do advento digital. Afinal, as operações bancárias tradicionais têm perdido espaço para serviços via internet. Desta forma, o intuito da Caixa foi inovar e oferecer mais comodidade ao cidadão.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a ideia da tecnologia é, ainda, melhorar o atendimento àqueles que querem sacar o FGTS. “O Saque Digital é mais uma inovação da Caixa em busca da excelência dos serviços prestados ao trabalhador, que a partir de agora não necessita ir a um ponto de atendimento físico para sacar seu recurso do FGTS”, salientou.

Sacar o FGTS pelo smartphone

Tudo 100% digital, sem precisar ir à uma agência. Por meio da ferramenta, saques-aniversário, imediato e demais opções previstas em lei poderão ser acessados de forma simples. Adesão, consultas de benefício e de valores são alguns dos serviços oferecidos pelo app.

Para realizar os saques, o trabalhador deverá solicitar pelo aplicativo e informar uma conta corrente de qualquer instituição financeira. O dinheiro será liberado por meio dessa conta, via depósito, sem custo algum para o solicitante. O valor estará disponível em conta após 5 dias. Confira outros serviços garantidos pela plataforma:

  • Consulta a valores já liberados para saque;
  • Upload de documentos;
  • Acompanhamento das etapas entre a solicitação e a liberação dos valores para o saque;
  • Adesão à opção de saque-aniversário.

A funcionalidade está disponível a todos os trabalhadores que se enquadrem em uma das modalidades de saque previstas em Lei. Além disso, devem possuir valores liberados para saque, inclusive os aposentados.

Modalidades de saques

De acordo com informações da Caixa, cerca de 62% dos 96 milhões de trabalhadores já realizaram o saque-imediato. A modalidade permite acesso a valores de até R$ 998 por conta no fundo até 31 de março deste ano. 37 milhões de trabalhadores ainda não fizeram a retirada do equivalente a R$ 15,1 bilhões.

Quanto ao saque-aniversário, este libera uma parte do saldo anualmente de acordo com a data de nascimento do cotista. A nova sistemática teve adesão consideravelmente menor. Apenas 2,3 milhões de trabalhadores, que corresponde a quase 2,4%, optaram pelo formato.

A baixa adesão pode ser devido às perdas vindas com a modalidade. Quem adere ao saque-aniversário não pode sacar o valor total da conta em caso de demissão, como é previsto na modalidade rescisória.

No entanto, o trabalhador ainda tem direito a todas as demais modalidades de saque, incluindo o saque da multa rescisória. Além disso, mesmo quem adere, ainda pode realizar os saques do fundo para compra da casa própria, doenças graves, aposentadoria e outros casos previstos de acordo com a Lei do FGTS.

Confira também: A quase 40 dias do prazo, saques do FGTS de até R$ 998 ainda estão disponíveis para 37 milhões

Voltar ao topo

Deixe um comentário