Concursos Federais confirmados para 2020 contam com salários de até R$ 32 mil! Confira lista atualizada

Segundo Lei Orçamentária, previsão de liberação contará com 51.391 vagas. Estabilidade e bons salários justificam as altas concorrências.

Muitas pessoas sonham em conseguir ingressar na carreira pública. Estabilidade e bons salários justificam as altas concorrências nos mais recentes concursos públicos, sobretudo os de caráter federal. Contudo, com o constante corte de gastos do governo, a tendência é de queda nas oportunidades.

Isso pode ser mostrado nos mais recentes concursos autorizados: apenas dois desde o início de 2020, sendo um do Departamento Penitenciário Nacional e o outro do Senado; neste segundo, o cargo de advogado conta com salário inicial de R$ 32 mil. Apesar de autorizados, os editais dos respectivos certames ainda não foram publicados.

Outro que pode entrar nessa lista é o concurso IBGE 2020, com provimento de milhares de vagas temporárias já confirmadas, resta apenas a publicação no Diário Oficial da União. Os aprovados trabalharão durante alguns meses na coleta de dados para o Censo Demográfico de 2021. 

Lista de concursos autorizados e previstos para 2020

Confira quais os concursos autorizados e com possível confirmação ainda neste ano.

Autorizados

  • Senado Federal: cargos são para as funções de advogado, técnico legislativo e analista legislativo. A previsão salarial está entre R$ 18.591,18 a R$ 32.020,77;
  • Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN): cargos são para as funções de agente federal de Execução Penal e especialista federal em Assistência à Execução Penal. Os salários previstos ficam entre R$ 5.865,70 a R$ 6.030,23;

Com banca definida

  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): cargos são para as funções de agente censitário, supervisor, agente censitário municipal, call center, codificador censitário e recenseador (maior número de vagas). As remunerações variam entre R$ 1.278 a R$ 2.100;

Previstos

  • Banco do Brasil: cargos são para áreas de tecnologia e inovação. Salários ainda faltam ser definidos;
  • Ministério Público da União (MPU): ainda sem informações sobre cargos e remunerações;
  • Tribunal de Contas da União (TCU): cargos para as funções de técnico federal de Controle Externo e auditor Federal de Controle Externo. Remunerações são de até R$ 22.843,35.

Corte de gastos

Apesar de algumas confirmações, o cenário de ingresso no funcionalismo público não parece trilhar rumos otimistas. Isso porque o atual presidente, Jair Bolsonaro, segue firme na sua política de corte de gastos em parceria com os representantes do Ministério da Economia, responsável pela autorização dos certames nos órgãos e entidades de administração pública federal. 

No último mês, foi sancionada a Lei Orçamentária Anual (LOA) que prevê a autorização de até 51.391 vagas em órgãos do Executivo, Legislativo e Judiciário. Desse total, cerca de 45.816 são para preenchimento de vagas deixadas por servidores que se aposentaram ou faleceram. Apenas 5.575 serão para a criação de novas vagas. 

No entanto, esses números não devem ser seguidos à risca. Isso porque, de acordo com a LOA de 2019, a previsão de vagas para o setor público era de 47.994, mas até dezembro do ano passado, apenas 3.652 delas haviam sido autorizadas pelo ME. 

Em resposta às represálias geradas pelo baixo contingente de vagas, os setores econômicos do governo garantem que novas autorizações podem acontecer, contanto que haja a necessidade de admissão por parte dos setores administrativos dos órgãos. 

Leia ainda:  Concursos só ocorrerão após reforma administrativa”, diz secretário do Tesouro Nacional

Voltar ao topo

Deixe um comentário