13° do INSS começa a ser pago em 25 de maio; Veja quem recebe agora!

Pagamento da segunda parcela do 13° do INSS começa na segunda-feira, 25 de maio. Depósitos serão feitos até o dia 5 de junho, sexta-feira. Veja aqui!

O pagamento do 13º salário de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi antecipado em 2020, em função da pandemia do novo coronavírus. Os recursos foram divididos em duas etapas, sendo a primeira parcela paga entre o final do mês de abril e início de maio, e a segunda parcela tendo sido iniciado os créditos nesta segunda-feira, 25 de maio.

As quantias serão depositadas ao longo de duas semanas, entre 25 de maio(segunda-feira) e 5 de junho (sexta-feira). Aproximadamente 40 milhões de pessoas irão receber o 13º salário do INSS ainda em maio, o que irá representar a entrada de cerca de R$ 71 bilhões na economia.

Contudo, este lote irá possuir valores reduzidos, tendo em vista que haverá o desconto do Imposto de Renda. Já a primeira parcela do 13º salário do INSS não contou com nenhuma dedução.

O dinheiro referente a segunda parcela do 13° do INSS se distingue para segurado com até 64 anos de idade e que possuam a renda mensal superior a R$ 1.903,98. Aqueles segurados com idade superior a 65 anos terão o Imposto de Renda cobrado em benefícios acima de R$3,807,96, pois há uma quantia extra de isenção.

Quem possui direito ao 13º do INSS?

Segundo os critérios da lei, possuem direito ao 13°, aquelas pessoas que, durante o ano, receberam benefício previdenciário de aposentadoria, auxílio-acidente, auxílio-doença, auxílio-reclusão, pensão por morte ou salário-maternidade.

Calendário de pagamentos 13º do INSS

O depósito do 13º do INSS para quem recebe um salário mínimo (R$ 1.045,00) vai ser feito entre os dias 25 de maio a 5 de junho. Já os beneficiários com renda mensal acima do salário mínimo, os créditos serão depositados entre 1 e 5 de junho.

Beneficiários do INSS que recebem até um salário mínimo

  • Número final do benefício 1: 25 de maio (segunda-feira);
  • Número final do benefício 2: 26 de maio (terça-feira);
  • Número final do benefício 3: 27 de maio (quarta-feira);
  • Número final do benefício 4: 28 de maio (quinta-feira);
  • Número final do benefício 5: 29 de maio (sexta-feira);
  • Número final do benefício 6: 1 de junho (segunda-feira);
  • Número final do benefício 7: 2 de junho (terça-feira);
  • Número final do benefício 8: 3 de junho (quarta-feira);
  • Número final do benefício 9: 4 de junho (quinta-feira);
  • Número final do benefício 0: 5 de junho (sexta-feira).

Beneficiários do INSS com renda superior a um salário mínimo

  • Números finais do benefício 1 e 6: 1 de junho (segunda-feira);
  • Números finais do benefício 2 e 7: 2 de junho (terça-feira);
  • Números finais do benefício 3 e 8: 3 de junho (quarta-feira);
  • Números finais do benefício 4 e 9: 4 de junho (quinta-feira);
  • Números finais do benefício 5 e 0: 5 de junho (sexta-feira).

Leia ainda: Em nova rodada de saques, FGTS vai passar de R$ 1.000 em 2020

Voltar ao topo

Deixe um comentário