Empreendedores podem solicitar linha de crédito ao Sebrae; Saiba como!

Sebrae, em parceria com a Caixa, oferecem linha de crédito aos empreendedores para capital de giro, financiamento de pagamento e até renegociar dívida.

Os empreendedores são conhecidos por saberem identificar oportunidades de negócios e, a partir delas, conseguir fazer um negócio lucrativo. Só que eles não precisam apenas de habilidades pessoais e profissionais, outro fator essencial são os recursos financeiros, para dar um pontapé inicial ou aprimorar o trabalho que vem sendo feito.

Algumas instituições são voltadas para o ramo de negócio e podem contribuir para o crescimento do mercado, sendo caso do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Portanto, se você está tendo dificuldades com a negação de créditos por parte das agências bancárias, o Sebrae disponibiliza um linha de crédito para empreendedores.

Oferecida em parceria com a Caixa, a linha de crédito do Sebrae dispõe de taxas reduzidas, prazo maior e melhor carência. O serviço tem como objetivo auxiliar nas melhorias e financiar o capital de giro das empresas.

Cadastro da empresa

Antes de tudo, se você não for um cliente Sebrae será preciso assistir a um vídeo para compreender o processo e a melhor forma de usar o crédito. Só depois disso será permitido continuar a negociação com a Caixa. Para isso, é necessário fazer o cadastro da empresa no Portal Sebrae.

Após ver o vídeo, é preciso aguardar 72 horas (3 dias) para dar continuidade no processo. Nesse período, os seus dados estarão sendo atualizados no sistema.

Outro ponto importante de se destacar é que a empresa deve ter, ao menos, 12 meses (1 ano) ininterruptos de faturamento. Além disso, não pode possuir restrições no CNPJ e no CPF proprietário e dos sócios, caso seja sociedade.

Como solicitar o crédito?

Para solicitar o crédito do Sebrae é necessário realizar o pré-cadastro no site da Caixa. Outra opção é se dirigir a uma agência bancária da Caixa com a documentação exigida.

Os documentos necessários para a solicitação são:

  • CPF (ativo e regular) do proprietário e sócios, se tiver.
  • CNPJ (ativo e regular).
  • Comprovante de endereço do proprietário, sócios e representantes da empresa, caso haja.
  • Em caso de microempreendedor individual (MEI), encaminhar o Certificado da Condição do Microempreendedor Individual (CCMEI). Nos outros casos, encaminhar o contrato social e suas alterações.
  • Se MEI enviar o DASN-Simei com 12 meses de faturamento ininterruptos. Para as demais empresas, enviar o extrato do Simples Nacional com os 12 meses ininterruptos de faturamento.

Destacamos que é importante ler com calma e atenção todas as recomendações e exigências determinadas pelo Sebrae, evitando assim possíveis surpresas.

Veja ainda: Cartão BBB Visa para negativados oferece limite de até R$ 30 mil; Confira

Voltar ao topo

Deixe um comentário