Exército abre novo edital com vagas de níveis técnico e superior; Salários chegam a R$ 10 mil!

Os aprovados vão atuar no Departamento de Engenharia e Construção do Comando do Exército. A remuneração vai de R$ 3,4 mil a R$ 10,8 mil.

O Exército Brasileiro publicou um novo edital de processo seletivo com vagas para carreiras de níveis médio/técnico e superior. Os aprovados vão atuar no Departamento de Engenharia e Construção (DEC).

Há 19 oportunidades temporárias imediatas, além de formação de cadastro de reserva (CR). Porém, como o DEC conta com aval para 412 vagas, só o cadastro de reserva nesta seleção pode chegar a 393 novos postos de trabalho.

Os aprovados vão atuar em projetos e obras de engenharia de construção, obras públicas de infraestrutura, implantação de projetos estratégicos, atividades de mapeamento cartográfico terrestre e em ações de logística.

Confira abaixo a distribuição de vagas:

  • Arquiteto (4 vagas)
  • Analista ambiental (1 vaga)
  • Administrador (CR)
  • Analista de sistemas – DBA (1 vaga)
  • Contador (CR)
  • Desenhista (CR)
  • Geólogo (CR)
  • Engenheiro civil (5 vagas)
  • Engenheiro eletricista (1 vaga)
  • Engenheiro mecânico (1 vaga)
  • Programador PHP (1 vaga)
  • Técnico em edificações (CR)
  • Técnico administrativo (CR)
  • Analista de sistemas – Suporte (CR)
  • Analista de sistemas – Web Designer (CR)
  • Técnico de nível superior (2 vagas)
  • Técnico de nível superior – Processos e Riscos (CR)
  • Técnico de nível superior – Tecnólogo (1 vaga)
  • Agente administrativo (CR)
  • Analista de sistemas – Programador PHP (1 vaga)
  • Analista de sistemas Programação (CR)
  • Analista de sistemas – Teste (1 vaga)

A remuneração dos contratados vai de R$ 3.419,97 a R$ 10.887,56. Os aprovados deverão ter disponibilidade para trabalhar em qualquer região do país.

Além do salário mensal, os profissionais vão receber também: auxílio-transporte; adicionais de insalubridade; adicionais de periculosidade; por serviço extraordinário e noturno; auxílio-alimentação; auxílio pré-escolar;  gratificação natalina; e ajuda de custo.

A validade dos contratos será de até quatro anos no mesmo órgão, sem possibilidade de prorrogação. Já o processo seletivo do Exército terá validade de dois anos, neste caso cabendo prorrogação por igual período.

Inscrições processo seletivo Exército

Todos os candidatos ao processo seletivo do Exército deverão passar por análise curricular. É necessário enviar via Sedex ou entregar pessoalmente no Departamento de Engenharia e Construção (DEC), os documentos comprobatórios lançada na ficha de inscrição, em envelope lacrado e identificado. O prazo de inscrição é de 30 de julho a 12 de agosto.

Na avaliação serão levados em conta diversos títulos como cursos e experiências profissionais que têm relação direta com a função para a qual o candidato se inscreveu.

Candidatos de nível médio/técnico: remeter a cópia do certificado reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou diploma de conclusão do curso.

Candidatos de nível superior: serão pontuados de acordo com Pós-Graduação e Especializações (3 pontos); Mestrado (4 pontos); Doutorado (7 pontos); Experiência profissional ( 1 ponto por ano completo); Cursos extracurriculares (entre 0,1 e 1 ponto por curso); e Certificações ( 1 ponto).

O resultado final do processo seletivo do Esxército deve ser publicado nos dias 1º e 2 de outubro. Já a partir destas datas, o Comando do Exército começa o processo de convocações.

Para mais informações, acesse:

Veja também: Concursos IME, Receita Federal e Instituto Federal abrem inscrições nesta semana

Voltar ao topo

Deixe um comentário