scorecardresearch ghost pixel

Quanto vou receber do lucro do FGTS? Posso sacar agora? Tire suas dúvidas!

Foi autorizada a distribuição do lucro do FGTS e a Caixa disponibilizou o valor e data do depósito dos lucros nas contas do trabalhadores.

O conselho curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) informou a rentabilidade anual do fundo de garantia em 4,9% e aprovou a distribuição do lucro ao trabalhadores, que receberão R$ 7,5 bilhões referentes ao exercício de 2019.

A quantia será distribuída de forma proporcional ao saldo que cada trabalhador apresentava na conta referente ao fundo em 31 de dezembro de 2019.

Como a rentabilidade, o lucro e a distribuição são motivos de muitas dúvidas entre os trabalhadores, confira a seguir algumas explicações para os principais questionamentos e entenda mais sobre o lucro do FGTS.

O FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é um valor depositado todos os meses pela empresa empregadora e equivale a 8% do salário do funcionário, reservado em uma conta particular.

Esse dinheiro é administrado por um conselho curador e destinado para programas de desenvolvimento urbano para que o dinheiro não fique parado na conta.

Entretanto, este é um dinheiro do trabalhador e pode ser sacado em algumas situações, funcionando como uma garantia.

Rentabilidade

O percentual da rentabilidade do ano de 2019 equivale a 4,9%, correspondente a soma do rendimento anual do fundo, de 3% ao ano mais a taxa referencial (TR). O valor do último ano é inferior às rentabilidades dos anos anteriores.

A distribuição dos lucros do FGTS teve início no ano de 2017 e foi organizada com os lucros do ano anterior. Desde então, os valores dos rendimentos dos anos foram de 7,14% em 2016, 5,59% em 2017 e 6,18% em 2018.

Lucro

Todos os anos os valores do bônus são diferentes em consequência da alteração de rendimentos e o lucro nada mais é do que o produto dos juros cobrados nas utilizações do dinheiro.

O dinheiro do FGTS pode ser usado para financiar programas de casas populares e construções e os juros são produtos desse empréstimo e se transformam em lucro para o FGTS.

Em 2019, o lucro total obtido foi de R$ 11,3 bilhões. Porém, o governo decidiu distribuir apenas 66% do total aos trabalhadores, valor resultante em R$ 7,5 bilhões.

Valor a ser recebido por cada trabalhador

Como o valor do FGTS pode ser diferente para cada trabalhador, visto que a quantia é 8% do salário do empregado, o lucro também será proporcional a esse valor.

Todos os trabalhadores que possuíam dinheiro do FGTS na conta em dezembro poderão receber o lucro.

O valor recebido pelo trabalhador é 4,9% do dinheiro que estava na conta. O cálculo pode ser analisado como R$1,90 por cada R$ 100 da conta, somado a R$ 3 referente ao rendimento anual do fundo.

Data do depósito do lucro

A data determinada pela Caixa Econômica Federal para o depósito é o dia 31 de agosto de 2020. O dinheiro será depositado automaticamente na conta do FGTS e os trabalhadores podem consultar o valor no extrato do FGTS, por meio do site, internet banking, ou aplicativo da Caixa.

Os trabalhadores que realizaram o saque anteriormente a data de 31 de dezembro de 2019, terão um valor reduzido do bônus. Isso acontece porque o cálculo foi feito nesta data e realizado com base no saldo disponível na conta.

Entretanto, as pessoas que sacaram algum valor em 2020 ainda receberam o valor do ano anterior, visto que o cálculo já havia sido feito.

É possível sacar o lucro?

O dinheiro só poderá ser sacado junto aos saques comuns do FGTS, nos períodos determinados para saque, como aposentadoria, demissão por causa justa, necessidade pessoal urgente e grave, rescisão por falência, entre outras condições.

Em contrapartida, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o governo já liberou uma saque emergencial do FGTS com o valor de R$ 1.045 durante os meses de calamidade seguindo um calendário específico.

Leia também: Governo avalia estender auxílio emergencial até março de 2021 com novo valor; Entenda


Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário