scorecardresearch ghost pixel

Beneficiário do Bolsa Família poderá solicitar de R$ 4 a R$ 15 mil por meio de empréstimo

Ao todo, foram liberados R$ 4 bilhões para operações de microcrédito, no desenvolvimento ou criação de um pequeno negócio.

Famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do governo federal e beneficiários do Bolsa Família têm a chance de participar do Programa Progredir, que promove a autonomia, geração de emprego e renda de famílias carentes brasileiras.

Conforme estabelecido pelo projeto, há também oportunidades para quem é microempreendedor de baixa renda, na oferta de crédito em condições especiais para a promoção e desenvolvimento do negócio.

Ao todo, foram liberados R$ 4 bilhões para operações de microcrédito, com limite de até R$ 15 mil por beneficiário.

Sobre o Plano Progredir

Em linhas gerais, o Plano Progredir oferece qualificação profissional, apoio ao empreendedorismo e encaminhamento ao mercado de trabalho, na contribuição e fortalecimento das capacidades individuais do indivíduo, assim como sua independência econômica.

Sob coordenação da Secretaria de Inclusão Social e Produtiva do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), e com parceria de empresas da esfera pública e privada, o Progredir trabalha de maneira conjunta e integrada com os seguintes eixos:

  • Intermediação de mão de obra: ferramenta para elaboração de currículos; identificação do perfil dos candidatos; cruzamento dos perfis dos candidatos e das vagas de emprego oferecidas por empresas parceiras e encaminhamento para o mercado de trabalho.
  • Qualificação profissional: oferta de cursos profissionalizantes, 1 milhão de vagas em cursos do Pronatec Oferta Voluntária, ferramenta on-line de localização de Centros Vocacionais Tecnológicos para apoiar o acesso a cursos de formação profissional, oficinas de educação financeira para mais de 100 mil famílias, ferramenta on-line de localização de telecentros para apoiar o acesso a cursos de inclusão digital e mais.
  • Empreendedorismo: incentivos para a concessão de até R$ 3 bilhões por ano em microcrédito para as famílias do Cadastro Único investirem em pequenos negócios e assistência técnica e inclusão financeira para trabalhadores autônomos inscritos no Cadastro Único.

Microcrédito Bolsa Família

O microcrédito para quem é inscrito no Bolsa Família é voltado para atender os cidadãos em situação de vulnerabilidade que, por outros meios, não conseguiriam a aprovação no serviço. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, estima-se que cerca de 1,5 bilhão de pessoas sejam beneficiadas com a medida.

Para se ter uma ideia, até maio de 2020, cerca de R$ 3,3 bilhões foram liberados para esse público de empreendedores inscritos no Bolsa Família que buscavam ampliar seus negócios.

Como solicitar: Quem deseja participar deve, primeiramente, se tornar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico). Em seguida, basta acessar o site e realizar a inscrição no Programa Progredir. Vale lembrar que, além de empreendedores, a iniciativa também acolhe aqueles que buscam dar o pontapé inicial no primeiro negócio.

Leia ainda: Bolsa Família 2021: Pagamentos começam sem o auxílio emergencial


Voltar ao topo

Deixe um comentário