scorecardresearch ghost pixel

Saques de até R$ 1.100 do FGTS devem ser liberados em 2021; Saiba como fazer

Saques do FGTS liberados em 2021 devem chegar até R$ 1.100, anunciado recentemente como o novo valor do salário mínimo nacional.

Um novo lote de pagamentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) deve ser liberado pelo governo federal em 2021. Criada no ano passado como forma de enfrentar a pandemia do novo coronavírus no país, a iniciativa deve ser estendida para este ano. Caso mantenha o formato utilizado em 2020, os saques devem ser de até R$ 1.100, valor previsto para o novo salário mínimo nacional. Ainda não há informações sobre quando os novos pagamentos serão feitos.

Para a liberação de saques do FGTS já em janeiro, será necessário que primeiro haja uma análise do cenário do país, de acordo com um dos criadores da medida. O Ministério da Economia já sinalizou que há margem para a liberação dos recursos comprometer a sustentabilidade do fundo.

No ano passado, o trabalhador podia sacar até R$ 1.045 de saldos existentes em contas ativas e inativas do FGTS. O governo pretendia injetar R$ 38 bilhões na economia com a liberação dos saques. Contudo, segundo a Caixa Econômica Federal, cerca de R$ 7,9 bilhões não foram sacados pelos contribuintes, e o valor retornou para as contas de origem.

Como é feito o saque?

O saque do FGTS poderá ser realizado por meio do aplicativo do fundo, que foi atualizado e está disponível gratuitamente para dispositivos Android. Em breve, também será lançada nova versão para IOS.

Com isso, o governo visa reduzir a demanda por atendimento nas agências da Caixa e evitar aglomerações que podem aumentar os casos de cornavírus. “A partir de agora, o trabalhador não necessita ir a um ponto de atendimento físico para sacar seu recurso do FGTS”, disse o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Leia mais: FGTS poderá ser usado no programa habitacional Casa Verde e Amarela?


Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário