scorecardresearch ghost pixel

Auxílio emergencial 2021: Saiba como consultar se foi aprovado

Ao todo, serão liberadas mais quatro parcelas com valores entre R$ 150 e R$ 375, variando de acordo com a composição familiar.

Milhões de brasileiros aguardam a liberação das novas parcelas do auxílio emergencial. Os primeiros pagamentos devem ser realizados já na primeira semana de abril. Contudo, o número de beneficiários do programa terá uma redução significativa em 2021, e muitos dos cidadãos que receberam o auxílio no ano passado continuam na dúvida se continuam elegíveis aos pagamentos.

Para esclarecer essa questão, o Governo Federal vai liberar a consulta da situação do auxílio emergencial a partir da próxima quinta-feira, 1º de abril. As informações serão disponibilizadas no Portal de Consultas da Dataprev, empresa vinculada ao Ministério da Economia que realiza a análise de dados dos beneficiários e determina se estes tem direito aos pagamentos do programa.

O site para a consulta é o mesmo que foi liberado no ano passado, onde atualmente constam informações como a situação do auxílio, número de parcelas pagas e a receber, o valor de cada uma delas, entre outras. A partir de abril, os dados da página estarão atualizados para que os inscritos no programa possam verificar se vão ou não receber as parcelas referentes à nova rodada do auxílio emergencial.

Auxílio emergencial 2021

Diante do agravamento da pandemia no Brasil, o Governo Federal aprovou novos pagamentos do auxílio emergencial em 2020. Ao todo, serão liberadas mais quatro parcelas com valores que variam de acordo com a composição familiar. Confira:

  • Pessoas que moram sozinhas vão receber R$ 150;
  • Famílias que possuem dois ou mais integrantes vão receber R$ 250;
  • Mulheres que são chefes de família vão receber R$ 375.

Vale destacar que, nesta nova rodada de pagamentos, não será possível realizar novas inscrições para receber o benefício. Isso significa que quem recebeu o auxílio em 2020 e continua elegível ao programa de acordo com os critérios definidos para 2021 irá receber as novas parcelas automaticamente.

Quem teve o benefício ou sua extensão cancelados também perdem o direito aos pagamentos da nova rodada. Além disso, trabalhadores que não se cadastraram em 2020, mas depois perderam sua fonte de renda, não terão uma oportunidade para fazer o cadastro e receber o novo auxílio emergencial.

Leia também: Auxílio emergencial pode liberar 1º parcela no valor maior? Entenda


Voltar ao topo

Deixe um comentário