scorecardresearch ghost pixel

Bolsonaro oficializa reforma ministerial: Veja quem entra e quem sai em 6 pastas

Reforma ministerial é a maior já executada pelo presidente Jair Bolsonaro desde que iniciou seu governo, em janeiro de 2019.

Nesta segunda-feira, 29, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) oficializou mudanças no comando de seis ministérios. A reforma ministerial é a mais ampla promovida de uma única vez pelo Palácio do Planalto desde o início do governo. Veja quem entra e quem sai:

Na Casa Civil da Presidência da República, entra o general da reserva Luiz Eduardo Ramos, atual ministro da Secretaria de Governo, sai o general da reserva Braga Netto, transferido para o Ministério da Defesa;

No Ministério da Justiça e da Segurança Pública entra o delegado da Polícia Federal Anderson Torres, atual secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, sai André Mendonça, transferido para a Advocacia-Geral da União (AGU);

No Ministério da Defesa, entra general da reserva Walter Souza Braga Netto, atual chefe da Casa Civil, sai general da reserva Fernando Azevedo e Silva;

Já no Ministério das Relações Exteriores, entra o embaixador Carlos Alberto Franco França, diplomata de carreira que estava na assessoria especial da Presidência da República, sai embaixador Ernesto Araújo;

Na Secretaria de Governo da Presidência, entra deputada federal Flávia Arruda (PL-DF), sai general da reserva Luiz Eduardo Ramos, transferido para a Casa Civil;

Advocacia-Geral da União entra André Mendonça, que já chefiou a AGU no início do governo e estava no Ministério da Justiça, sai José Levi, procurador da Fazenda Nacional.

Leia também: Defesa e Relações Exteriores: Dois ministros de Bolsonaro pedem demissão nesta segunda-feira


Voltar ao topo

Deixe um comentário