scorecardresearch ghost pixel

Novo auxílio emergencial: Como vai funcionar a inscrição do benefício?

Programa retornará em 2021 com um total de 4 parcelas no valor de R$ 250. Número de beneficiários será menor que em 2020.

Muitos brasileiros aguardam o anúncio oficial de novas parcelas do auxílio emergencial 2021. Junto com a espera, existe a dúvida sobre como vai funcionar o processo de triagem dos novos aprovados e se haverá uma nova etapa de inscrição.

Sem muitos detalhes, o que se sabe até o momento é que o benefício terá 4 parcelas no valor de R$ 250. Os pagamentos devem acontecer em março, abril, maio e junho. Além disso, também é esperado uma redução na folha orçamentária do programa, o que diminuirá consideravelmente o número de contemplados.

Mas, afinal: Quem receberá o auxílio emergencial?

O governo federal, em parceria com a Caixa Econômica Federal, fará um pente-fino na lista de beneficiários do auxílio emergencial do ano passado. A partir daí, apenas quem se encaixar nos novos critérios a serem estabelecidos terá novamente o acesso às quantias do programa.

A previsão é de que o processo de análise das informações seja realizado de modo similar ao que ocorreu no ano passado, via autodeclaração das informações pessoais e renda. A partir dos dados coletados, o governo irá formular uma listagem contendo o nome dos aprovados.

Em relação aos valores exatos de renda, per capita ou familiar, não foram divulgados detalhes. Porém, estimativas apontam que a mesma sistemática de 2020 seja mantida este ano para um número menor de pessoas.

Sendo assim, deverão ficar de fora dos novos pagamentos pessoas com trabalho formal ativo, servidores públicos, aposentados e pensionistas do INSS, além daqueles que recebem benefícios assistenciais (com exceção do Bolsa Família).

Leia ainda: Guedes defende congelar salário de servidores para liberar R$ 150 bilhões no auxílio emergencial


Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário