scorecardresearch ghost pixel



Casa Verde e Amarela: Novo seguro vai garantir mais qualidade às casas entregues

O programa habitacional Casa Verde e Amarela vai ter reforço no seguro das casas, com mais critérios de qualidade exigidos às construtoras.



O programa habitacional Casa Verde e Amarela, criado pelo governo federal como um substituto ao Minha Casa Minha Vida, deve sofrer mudanças que podem garantir mais segurança aos moradores.

Leia mais: 4 flores para decorar a sua casa com a cor de 2022

É um novo seguro de danos estruturais para quem recebeu a moradia por meio do programa habitacional. Entra nos requisitos para o Casa Verde e Amarela as famílias que recebem entre R$ 2 mil e R$ 7 mil.



Seguro Casa Verde e Amarela

As mudanças foram divulgadas pelo governo federal por meio do Ministério de Desenvolvimento Regional. Com o novo seguro para as habitações do programa Casa Verde e Amarela, as obras passarão a ter mais qualidade e supervisão em todas as etapas.

Dessa forma, a expectativa é de que o seguro reduza o abandono das obras e que as construções sejam mais fiscalizadas em cada etapa. Com isso, o seguro deve corrigir erros das construtoras em até cinco anos depois da entrega das unidades habitacionais.



A previsão do governo federal é de que o reforço no seguro ajude a diminuir os processo que vão parar na Justiça, já que muitos moradores questionam a qualidade das casas entregues por meio do programa habitacional.

Assim, as construtoras ligadas à Caixa Econômica Federal vão ter que se adequar às mudanças, já que a proposta é melhorar a qualidade das casas financiadas pelas famílias de baixa renda.

Para garantir a qualidade das construções pelo programa Casa Verde e Amarela, o governo afirma que vai monitorar os imóveis, desde o começo das construções, com vistorias técnicas feitas por engenheiro especializados em construções residenciais.

Ainda de acordo com o governo federal, além do seguro Casa Verde e Amarela, outra proposta é ampliar o atendimento às famílias até 2024. Com a previsão de atender 1,6 milhões de brasileiros por meio do programa habitacional.




Voltar ao topo

Deixe um comentário