scorecardresearch ghost pixel



Salário mínimo de 2022 vai ser o maior dos últimos seis anos

A nova previsão para o salário mínimo de 2022 chega a R$ 1.210,44. Apesar disso, o poder de compra dos brasileiros não muda. Entenda.



A nova previsão do governo federal é de que o salário mínimo do ano que vem chegue a R$ 1.210,44. O motivo do aumento maior que o previsto inicialmente é a inflação alta, que reflete no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Apesar disso, o brasileiro tem pouco a comemorar.

Leia mais: IPVA 2022: Carro a gás recebe redução do tributo?

O novo salário vai ser o maior dos últimos seis anos. Apesar disso, o poder de compra dos brasileiros não deve melhorar. Isso porque a inflação está tão alta que todos os produtos também ficaram mais caros. É o caso dos combustíveis e dos alimentos.



Salário mínimo de 2022

Hoje o salário mínimo é de R$ 1.100. A nova previsão deixa o valor maior do que a estimativa inicial do governo. O grande motivo é a inflação, que passou de 10%. Com isso, o salário mínimo fica sendo o maior dos últimos seis anos.

Em 2016 o reajuste fez o salário saltar de R$ 788 para R$ 880. Agora, o novo reajuste causa preocupação no governo federal. Já que a cada aumento é maior também o gasto do governo com os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).



Essa preocupação se dá pelo fato de que os benefícios previdenciários não podem ser menores do que o valor definido para o salário mínimo. Logo a cada reajuste do salário, o governo federal também gasta mais.

De acordo com o governo, mais R$ 315 milhões sairão dos cofres públicos a mais com a nova previsão para o salário mínimo. Além disso, o salário mínimo é a base para o cálculo de outros benefícios, como o seguro desemprego, o abono salarial do PIS/Pasep,

Dessa forma, o salário mínimo serve de referência para 50 milhões de brasileiros no Brasil. Desse total, 24 milhões são os que recebem benefícios do INSS.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário