scorecardresearch ghost pixel



Vale-gás vai pagar R$ 52 a partir deste mês de dezembro

O governo federal vai pagar R$ 52 no vale-gás para mais de 5 milhões de brasileiros agora no mês de dezembro. Veja quem tem direito.



Mais de 5,58 milhões de famílias brasileiras vão receber o vale-gás neste mês de dezembro. De acordo com o governo federal, o valor pago nesta primeira parcela do benefício vai ser de R$ 52. A quantia representa a metade do preço médio do botijão de gás de 13 quilos no Brasil.

Leia mais: Aprenda agora mesmo a bloquear o contato no WhatsApp sem que ele perceba

A definição dos valores do vale-gás vai ser feita a cada dois meses. Isso porque o governo vai ver a cada novo pagamento qual é o valor que tem sido cobrado pelo botijão. Os dados são coletados por meio de levantamentos da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).



Vale-gás no valor de R$ 52

O Ministério da Cidadania confirmou a primeira parcela do vale-gás no valor de R$ 52, paga ainda neste mês de dezembro. O valor é proporcional a 50% do preço médio do botijão do gás de cozinha cobrado em todo o país. A previsão do governo federal é de pagar o benefício do vale-gás pelos próximos 5 anos.

Dessa forma serão pagas 30 parcelas, já que o benefício chega na conta das famílias a cada dois meses. O vale-gás passa a ser um direito das famílias que recebem o Auxílio Brasil.

A expectativa do governo federal é investir mais de R$ 300 milhões no pagamento do auxílio às famílias mais necessidades. Ao todo serão 5,58 milhões de famílias atendidas pelo programa em todo o país.

Os pagamentos vão chegar às famílias por meio da Caixa Econômica Federal. Ou seja, o recebimento vai ser da mesma forma como já acontece o pagamento do Auxílio Brasil. Assim, nas datas de pagamento os valores ficaram disponíveis na conta poupança social digital da Caixa.



Toda a movimentação do dinheiro tem que ser feita por meio do aplicativo Caixa Tem. Entre as exigências para receber o benefício, as famílias precisam receber no máximo meio salário mínimo por pessoa da casa. Ou seja, R$ 550. Os selecionados para receber o benefício vão ser definidos de acordo com os cadastros no CadÚnico, por isso é importante manter os dados atualizados.

Veja quanto tem sido cobrado no botijão de 13 quilos em cada estado brasileiro:

  • Acre: R$ 117,53;
  • Alagoas: R$ 98,36;
  • Amapá: R$ 115,78;
  • Amazonas: R$ 105,77;
  • Bahia: R$ 95,25;
  • Ceará: R$ 104,4;
  • Distrito Federal: R$ 97,68;
  • Espírito Santo: R$ 98,48;
  • Goiás: R$ 110,53;
  • Maranhão: R$ 103,92;
  • Mato Grosso: R$ 124;
  • Mato Grosso do Sul: R$ 100,03;
  • Minas Gerais: R$ 104,09;
  • Pará: R$ 107,78;
  • Paraíba: R$ 105,28;
  • Paraná: R$ 105,84;
  • Pernambuco: R$ 95,2;
  • Piauí: R$ 108,15;
  • Rio de Janeiro: R$ 93,15;
  • Rio Grande do Norte: R$ 109,06;
  • Rondônia: R$ 118,56;
  • Rio Grande do Sul: R$ 102,56;
  • Roraima: R$ 112,06;
  • Santa Catarina: R$ 110,65;
  • São Paulo: R$ 102,18;
  • Sergipe: R$ 98,26; e
  • Tocantins: R$ 112,26.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário