scorecardresearch ghost pixel



3 alimentos que você deve excluir da dieta se quiser uma vida saudável

Alguns alimentos não são recomendados para uma dieta saudável, mas você sabe os que ninguém deveria comer? Leia na íntegra.



Estamos na era da informação onde qualquer coisa que precisemos saber, está há um clique de distância. Porém tanta facilidade também pode acabar sendo um problema, principalmente no que se refere à alimentação.

Veja também: Descubra quais alimentos pioram o surgimento de acnes no rosto

A cada ano um determinado alimento se torna o queridinho da população. Outros tantos surgem como vilões da dieta. Como saber, em meio a tanta informação cruzada, o que realmente pode ser bom ou ruim?

Para ajudar nessa tarefa que a seguir você vai conhecer os 3 alimentos que você, definitivamente, não deveria consumir.

Os 3 alimentos que ninguém deveria consumir

  • Pipoca de micro-ondas

Este alimento, apesar de fazer muito sucesso, é um dos piores alimentos que você pode comer, pois praticamente tudo na pipoca de micro-ondas faz mal, desde os grãos de milho que são geneticamente modificados, o sal processado, até os produtos químicos existentes no produto com o objetivo de conservar aquele sabor típico, e o que poucas pessoas sabem, é que, na sua produção são adicionadas substâncias sintéticas além da necessidade, para a preparação de uma embalagem específica que suporte altas temperaturas.



A maioria das embalagens de comida industrializada, são especiais para impedir a absorção de água e gordura e para conseguir esse efeito protetor, elas levam certos componentes prejudiciais à saúde, tais como agentes perfluorados, que são, inclusive, considerados poluentes orgânicos persistentes.

O que ocorre é que, com o objetivo de que a gordura da pipoca de micro-ondas não acabe vazando na embalagem, esses tais agentes perfluorados atuam como impermeabilizantes.

A questão toda é que, os tais agentes, são fatores que aumentam o risco de câncer de próstata, problemas cardíacos, problemas de fígado, de tireoide e no sistema imunológico, aumenta o risco de AVC e até pode causar alterações hormonais, e se não bastasse tudo isso, a pipoca de micro-ondas também contém uma substância química conhecida como diacetil que pode fazer mal aos pulmões.

  • Salsicha

A nossa tão conhecida salsicha é formada por restos de carne picada de sobras não utilizadas, normalmente as sobras como as bochechas e as vísceras de bovinos e suínos, e em seguida adiciona-se uma série de substâncias químicas para dar ao produto seu sabor característico, conservar, dar cor e aromatizar. Após isso essa mistura é envolvida em um produto sintético ou de origem animal, e para durarem mais tempo, são também modificadas quimicamente.

Possui alto teor de gordura saturada, aumentando o risco de problemas cardíacos, além de também ser uma bomba de sódio, que representa um risco para a pressão arterial.

  • Soja

Uma das maiores controvérsias alimentares dos tempos modernos, é a soja, pois a maioria dos aditivos de soja são processados utilizando hexano, que nada mais é que, um produto químico que está ligado a defeitos do nascimento, podendo causar problemas reprodutivos e câncer.



Dentre as formas como a soja pode ser consumida, o leite de soja, então, parece ser dos piores: pois o preparo do leite destrói as proteínas presentes, não elimina os antinutrientes, e utiliza substâncias que são à base de petróleo, com potencial cancerígeno.

A soja não fermentada é altamente estrogênica, podendo mexer em todo seu equilíbrio hormonal, transformando um nível normal de hormônio em níveis altamente anormais.

Segundo estudos, a isoflavona presente na soja, aumenta o potencial para câncer de mama, pois pode estimular a proliferação e a atividade das células cancerígenas nos seios.

De acordo com um estudo, 7 entre 24 mulheres, mostraram um número maior de células epiteliais de mama, ao serem suplementadas com proteína de soja.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário