scorecardresearch ghost pixel



Qual é melhor: ter carteira assinada ou ser autônomo?

Com carteira assinada ou autônomo, as duas opções oferecem vantagens e desvantagens que precisam ser consideradas de acordo com o perfil de cada um.



Por muitos anos fomos ensinados que o melhor seria estudar e conseguir entrar no mercado de trabalho com carteira assinada. Mas, essa não é a única opção. E também não tem se mostrado como a mais vantajosa para todos. Se você está pensando se vale mais trabalhar com carteira assinada ou como autônomo, confira essas dicas.

Leia mais: Sodexo oferece mais de 100 vagas de emprego

Antes de tudo é preciso dizer que não é regra: cada pessoa vai se dar melhor com um dos dois tipos de trabalho. Por exemplo, se você quer mais flexibilidade de horários, ser autônomo pode ser a melhor opção para você. E de carteira assinada se torna mais vantajoso para quem tem pouca organização.



Carteira assinada x Autônomo

Hoje muitas empresas procuram por prestadores de serviço como Pessoa Jurídica. Essa tendência tem crescido bastante em vários segmentos, como na comunicação, tecnologia e em outros setores.

Dessa forma não existe nenhum vínculo trabalhista e as empresas se isentam de vários compromissos. É bom para quem sabe organizar bem o orçamento, já que o dinheiro é repassado de forma integral para quem presta o serviço.

Quem é autônomo trabalha como pessoa física. É preciso se organizar bem, já que a renda não é garantida todos os meses. Além disso, quem trabalha como autônomo não tem férias, 13º salário, FGTS, horas extras remuneradas. Ou seja, tudo isso precisa ser considerado na hora de escolher qual o melhor modelo de trabalho para você.



É importante que o profissional autônomo tenha um CNPJ para emitir nota fiscal, documento que é exigido por boa parte das empresas que contratam os serviços.

Algumas profissionais se encaixam como Microempreendedor Individual (MEI), que também é uma regularização dos serviços prestados.

Já deu para perceber que tudo vai depender do perfil de cada pessoa, assim como da organização financeira e pessoal. Por isso, se você está em dúvida de qual modelo escolher, se conheça bem antes de tudo para seguir com a melhor opção. Afinal de contas, as duas tem grandes vantagens e desvantagens.




Voltar ao topo

Deixe um comentário