scorecardresearch ghost pixel



Falha do Google Chrome pode colocar usuário em risco

Descubra qual foi a falha do Google que pode ter colocado seus dados em risco. Hackers tiveram acesso facilitado para invadir computadores e celulares através do Google Chrome.



O Google divulgou uma notícia que deixou bilhões de usuários do Google Chrome em alerta. A empresa relatou um problema crítico relacionado ao seu navegador, que é também o mais usado no mundo inteiro. De acordo com a big tech, o problema está na funcionalidade do componente do V8, o qual é responsável por processamento de JavaScript no código interno. Entenda como a falha do Google pode afetar sua segurança na internet hoje.

Veja também: Novidades do WhatsApp: plataforma testa reação semelhante a do Instagram

Falha do Google Chrome pode colocar usuários em risco?

De acordo com as informações reveladas até o momento, a falha do Google pode permitir acesso remoto ao dispositivo mais facilmente. No caso, esse acesso seria viabilizado sem a necessidade de uma autenticação de segurança. Em outras palavras, pessoas que usam o Google Chrome poderiam ter seu computador ou celular invadidos por hackers de forma mais fácil.



O Google informou que as versões do navegador para Windows, Linux e Mac apresentaram a falha. Inclusive, navegadores que utilizam a tecnologia Chromium do Google também podem ser afetados pelo problema. Um exemplo é o navegador Microsoft Edge, o Brave e o Opera.

Como corrigir a falha do Google no navegador de internet

Fica evidente que o Google sabe da situação, tanto é que emitiu um alerta para bilhões de contas. Por isso, a empresa já tomou as providências necessárias. Para corrigir o problema, basta garantir a atualização do navegador Google Chrome em seus dispositivos. A versão adequada é a 100.0.4896.75. A partir dela, a falha do Google será resolvida sem colocar mais ninguém em risco.



Por isso, para garantir que tudo esteja em conformidade, verifique a versão do seu Chrome. Se ela não estiver com a mais atual, faça a atualização o quanto antes. Lembre-se que isso é uma questão urgente de segurança, principalmente sobre os seus dados.

Por fim, leve a sério qualquer alerta emitido pelo Google que possa aparecer em sua tela. 




Voltar ao topo

Deixe um comentário