scorecardresearch ghost pixel



5 parcelas do auxílio emergencial são confirmadas; Consulte seu CPF

Considerando que são depositadas até cinco rodadas de R$ 600, muitos brasileiros podem sacar até R$ 3 mil.



O governo federal confirmou o repasse de até cinco parcelas do auxílio emergencial em 2022. Cerca de 823,4 mil cidadãos terão direito aos recursos. Os pagamentos começaram no começo do ano e se estendem até hoje. Ainda faltam receber 450 mil brasileiros, cujos valores não foram pagos devidamente.

Leia mais: Aposentadoria especial: afastamento do auxílio-doença conta?

Para realizar os repasses, foi editada uma Medida Provisória que autoriza o governo a repassar os valores retroativos do auxílio emergencial aos brasileiros de direito. O grupo elegível é o de pais chefes de famílias monoparentais, responsáveis únicos pela casa, sem ajuda de companheira ou cônjuge.



De onde vem o pagamento retroativo do auxílio emergencial?

Os recursos tem origem em quantias do auxílio emergencial pagos entre os meses de abril e agosto de 2020. Na ocasião, apenas mulheres chefes de família tiveram acesso à cota dupla do programa, no valor de R$ 1,2 mil. Em contrapartida, pais solo na mesma condição receberam a cota simples, no valor de R$ 600.

Portanto, para reverter o veto que condicionava o pagamento em dobro do auxílio emergencial apenas às mães, o governo decidiu pagar os valores atrasados também aos homens. Considerando que são depositadas até cinco parcelas de R$ 600, muitos brasileiros podem sacar até R$ 3 mil. Os repasses são feitos em uma única rodada.

Quais as condições para receber o auxílio emergencial retroativo?

Segundo o Ministério da Cidadania, o pagamento do benefício vai depender das seguintes condições:

  • Se o pai recebeu a cota simples do Auxílio Emergencial entre abril e agosto de 2020;
  • Se o pai solteiro está cadastrado como Responsável Familiar no CadÚnico;
  • Se o pai não possui cônjuge ou companheira; e
  • Por fim, se há na família ao menos uma pessoa menor de 18 anos.


Como consultar o auxílio emergencial retroativo?

A consulta ao auxílio emergencial retroativo deve ser feita por meio do portal Dataprev.

O site passou por uma atualização e pede que o usuário crie ou utilize sua conta Gov.br para acessar as informações acerca do benefício.

“Este é o canal para consulta ao resultado da análise do Auxílio Emergencial. Por aqui você terá condições de saber se atende aos critérios de elegibilidade para recebimento do Auxílio Emergencial”, diz a mensagem do site.

Para criar ou acessar, é preciso digitar o CPF e seguir com o passo a passo da página.




Voltar ao topo

Deixe um comentário