scorecardresearch ghost pixel



Auxílio Brasil: saiba o que significa ‘benefício bloqueado para crédito em conta’

Mensagem exibida no aplicativo Caixa Tem tem deixado alguns beneficiários do programa social bastante intrigados.



A nova rodada do Auxílio Brasil começou e junto com ela as dúvidas a respeito do programa. Em maio, o benefício social vai atender cerca de 18, 1 milhões de famílias em situação de extrema pobreza e pobreza.

Leia mais: Saque de até R$ 4.000 pelo FGTS é liberado em maio; Saiba como funciona

Uma questão bastante recorrente diz respeito à uma mensagem exibida no aplicativo Caixa Tem. No momento da consulta, o usuário recebe o aviso “Benefício bloqueado para crédito do benefício em sua conta”. Mas o que isso significa?

De antemão, é importante que o beneficiário saiba que não há motivos a se preocupar. O aplicativo envia essa frase quando ainda faltam muitos dias até a data de depósito para seu grupo. Ou seja: é apenas um aviso informando que os recursos ainda não estão disponíveis.



Até dezembro, cada beneficiário tem direito a pelo menos R$ 400 por mês de parcela. O piso pode se tornar permanente em breve, já que o Congresso aprovou uma medida provisória com esse fim. O que falta agora é apenas a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Calendário do Auxílio Brasil

O calendário do Auxílio Brasil abrange quase sempre os dez últimos dois úteis de cada mês. Os aprovados recebem de acordo com seu Número de Identificação Social (NIS), na ordem do 1 ao 0. Veja as datas:



Problemas com o Caixa Tem

Um problema bastante recorrente entre as família que recebem o benefício é o bloqueio do aplicativo Caixa Tem. Ele ocorre quando há suspeita de fraude na conta, como nas situações em que o usuário utiliza uma mesma conta em vários dispositivos, ou um mesmo dispositivo para várias contas.

A orientação nesses casos é comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal portando um documento de identificação oficial com foto. Chegando lá, o cidadão pode solicitar o desbloqueio da conta a um funcionário.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário